Connect with us



Chega Mais

Alimentação Saudável – COMO E PORQUE AUMENTAR O HDL COLESTEROL BOM

Publicado

em

Safismi

O HDL é também conhecido como colesterol bom pelo seu papel no chamado transporte reverso do colesterol. O transporte reverso é a remoção do colesterol das artérias e transporte até o fígado. No fígado ele é metabolizado e excretado posteriormente.

Qual a diferença entre HDL e LDL (colesterol “bom” e “ruim”)
Ao contrário do HDL, o LDL é uma lipoproteína de baixa densidade e tem como função carregar o colesterol do fígado para as artérias. Então, se em excesso, o LDL colesterol pode levar ao acúmulo de colesterol nas artérias que pode resultar em doenças cardíacas. Por isso, o LDL é considerado o colesterol ruim, o vilão. Então, pensar no colesterol como ruim, sem avaliar suas frações, é um erro. A sociedade brasileira de cardiologia determina os valores de referência para o HDL e o LDL, visando a saúde do coração.
Como aumentar o HDL colesterol bom?

O HDL colesterol deve ficar acima de 40 mg/dL, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia. Se o nível estiver abaixo, é essencial algumas medidas para aumenta-lo. A atividade física regular é imprescindível para aumentar o HDL. A alimentação deve ser balanceada, com maior atenção aos alimentos que podem elevar o HDL, como:
– Chocolate amargo: o chocolate com alto teor de cacau é fonte de polifenóis. Os polifenóis possuem atividade cardioprotetora aumentando o HDL e reduzindo o LDL.
– Abacate: o abacate é fonte de gordura monoinsaturada, fibras e esteróis. Esses componentes parecem ser os responsáveis pelo efeito no perfil lipídico.
– Leguminosas: feijão, soja, ervilha e lentilha são exemplos de leguminosas. O alto teor de fibras e a presença de fitosteróis auxilia na melhora do perfil lipídico, elevando o HDL colesterol.

– Azeite de oliva extra-virgem: o teor de gordura monoinsaturada e polifenóis do azeite de oliva parecem explicar o efeito de elevação no HDL colesterol.
Quais alimentos devem ser evitados

– Gordura trans: O principal nutriente responsável pela redução do HDL colesterol é a gordura trans. Esse tipo de gordura produzido pela indústria está presente em muitos alimentos ultraprocessados. A gordura trans além de reduzir o HDL pode elevar o LDL. Por isso, os alimentos ultraprocessados devem ser evitados.
O padrão alimentar ocidental também parece reduzir os níveis de HDL. Esse padrão consiste em alto consumo gordura trans, gordura saturada, açúcar e baixo consumo de laticínios magros, leguminosas, frutas, verduras e legumes.

É recomendado uma alimentação adequada em calorias e consumo de frutas, verduras e laticínios magros. Além de baixo consumo de alimentos ultraprocessados, carnes e laticínios gordos, doces e açúcares.

Fonte: Liv Up | Imagem: Drogaria Santo Remédio

eleicoes
Uniguaçu