Connect with us



Policial

Receita Federal e Polícia Federal combatem lavagem de dinheiro e fraudes na importação de cabelos humanos

Publicado

em

Safismi

Em ação integrada, a Polícia Federal e a Receita Federal deflagram nesta terça-feira (22), a Operação Janus, com o objetivo de combater organização criminosa suspeita de operações de Lavagem de Dinheiro, Sonegação Fiscal, Contrabando e Descaminho.
As investigações identificaram a existência de um grupo criminoso que praticava lavagem de dinheiro utilizando empreendimentos de construção civil e bens em nome de terceiros. Parte do recurso lavado se originava de atividades ilícitas vinculadas a operações financeiras supostamente ilegais, executadas por integrantes que exerciam a atividade de “doleiro” no Paraguai. Os recursos também seriam provenientes de sonegação fiscal, contrabando e descaminho de cabelos humanos.
O cabelo humano era importado da Índia por meio de empresas em nome de interpostas pessoas, com o seu valor subfaturado. A parte não declarada era repassada aos vendedores através de operações cambiais irregulares denominadas dólar-cabo. Os cabelos humanos eram revendidos, no mercado interno, por valores também subfaturados.
Da mesma forma, possivelmente, essa mercadoria era importada da Índia pelo Paraguai, de onde seria descaminhada para o Brasil. Os pagamentos dessas operações, identicamente, faziam uso de operações financeiras ilegais envolvendo doleiros e contas em nome de interpostas pessoas.
Foram expedidos 3 mandados de busca e apreensão e estão sendo efetuadas buscas nas residências de pessoas ligadas à organização criminosa, em Foz do Iguaçu/PR e Curitiba/PR. A Justiça Federal decretou o bloqueio de contas bancárias e o sequestro de bens dos suspeitos. Participam da operação 5 Auditores-Fiscais, 3 Analistas Tributários e 15 Policiais Federais.

 

Fonte: Assessoria

Uniguaçu
eleicoes