Vereador solicita informações sobre a UBS da Linha Guanabara

Na sessão desta segunda-feira (10/09) da Câmara Municipal de São Miguel do Iguaçu foi aprovado em primeira votação o Projeto de Lei 3033/2018, que corrige erro de avaliação na desafetação e permuta de lote urbano para Assemiu.

Em segunda votação, os vereadores aprovaram abertura de crédito no valor de R$: 648.960,00 para calçamento na Linha Marfim. Também foram enviados para sanção do prefeito municipal três projetos que liberam recursos, em parceria com a Itaipu Binacional, para a Comunidade Indígena, Apepu/Quilombola e microbacia do Córrego Santa Clara.

Publicidade

Em primeira votação, o plenário aprovou o Projeto de Lei 114/2018 referente ao Programa Avançar Cidades. Também em primeiro turno os vereadores aprovaram Abertura de Crédito Especial no valor de R$: 1.186.176,64, com o objetivo de viabilizar os trabalhos do Departamento de Turismo, que agora pertence á Secretaria de Indústria e Comércio.

Entre as matérias do Legislativo Municipal, tramita na Câmara o Projeto de Lei 14/2018, de autoria do vereador Lafaiete Ganda Meira, que declara Utilidade Pública para a Associação Avalanche Azul. De autoria do vereador Marcos Murbak, foi apresentada uma indicação de faixa elevada na Rua José Francisco de Oliveira no Jardim Hermes Corbari. Já o vereador Eliseu Marciano Presa indica a instalação de brinquedos adaptados na Praça Henrique Ghellere para crianças necessidades especiais.

Ainda na pauta legislativa, um requerimento do vereador Marcos Murbak foi encaminhado ao executivo municipal. O parlamentar solicita informações sobre o suposto fechamento da Unidade Básica de Saúde Severo Murbak em Linha Guanabara. Após conversas com o setor competente, Murbak antecipa a UBS será mantida em funcionamento após adequações no quadro de servidores.

 

Redação RJ

COMPARTILHAR