Connect with us

Agricultura

Soja: saiba o que pode mexer com os preços na próxima semana

Publicado

em

Safismi

O clima para o plantio e desenvolvimento inicial da nova safra de soja dos Estados Unidos deverá estar no centros das atenção dos players do mercado na primeira semana de maio. Paralelamente, também estarão no radar os movimentos da demanda chinesa e o avanço da colheita na Argentina.

Acompanhe abaixo os fatos que deverão merecer a atenção do mercado de soja na semana que vem. As dicas são do analista da consultoria Safras & Mercado Luiz Fernando Gutierrez Roque.

  • Chicago começar a ganhar uma grande volatilidade à medida que o plantio da nova safra norte-americana avança e o mercado climático ganha mais força. O mercado continua encontrando alguma sustentação nos problemas iniciais da semeadura
  • Apesar disso, a melhora climática registrada nos últimos dias nos EUA e a previsão de um clima positivo para as próximas duas semanas trouxeram alguns ajustes negativos para o mercado nas últimas sessões
  • Como os estoques norte-americanos continuam bastante apertados, o mercado climático está muito mais sensível a problemas nesta temporada. Daqui para frente, até a colheita, o mercado poderá reagir de forma acentuada a previsões climáticas desfavoráveis para o desenvolvimento da nova safra
  • Já semanas de clima positivo devem pesar negativamente, mas com menor intensidade. De qualquer forma, ainda é muito cedo para qualquer definição sobre o potencial produtivo da nova safra dos EUA
  • A avaliação da consultoria é de que o mercado parece estar exagerando um pouco nas valorizações das primeiras posições em Chicago, visto que o plantio deve começar a evoluir bem e o clima ajudar nos próximos dias
  • A primeira incógnita continua sendo o tamanho da área que será semeada com soja, e possíveis atrasos na semeadura do milho podem levar a transferências de áreas do cereal para a leguminosa, mesmo que de forma pontual
  • O mercado também encontrou algum suporte no anúncio de novas vendas de soja dos EUA para a China nesta última semana. Além disso, rumores indicam que os EUA podem estar comprando algumas cargas de soja brasileira para entrega nos próximos meses, o que colabora com a situação de estoques apertados por lá. Atenção a possíveis novos anúncios e à confirmação destes rumores.
  • Na Argentina, o clima melhorou e os trabalhos de colheita começam a evoluir em um ritmo melhor, o que pode impedir o aumento das perdas produtivas. Embora esse fator tenha pouco peso sobre Chicago, ainda pode ser considerado um limitante para movimentos mais acentuados de alta.
  • Brasil deve fechar safra com alta de 76,5% nos casos de ferrugem asiática

Fonte: Canal Rural

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whatsapp 45 3565-1033 - Canal direto com nossa redação - Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home3/radiojornal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4755