Número de casos de dengue em São Miguel dobrou em duas semanas

O número de casos confirmados de dengue disparou nas últimas duas semanas em São Miguel do Iguaçu. De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA), o município contabiliza um total de 11 casos, sendo 9 autóctones e 2 importados. Os dados consideram o período epidemiológico entre 29/07/2018 a 13/04/2019.

Números atualizados pela Vigilância em Saúde de São Miguel do Iguaçu, no entanto, revelam uma tendência de alta ainda maior. No total são 15 casos confirmados de dengue, sendo 13 autóctones e 2 importados,

Publicidade

No Paraná, a Secretaria da Saúde, confirma mais dois óbitos em Londrina: um homem de 40 anos, morador da zona Leste da cidade, e uma mulher de 63, moradora da zona Sul. São casos autóctones, o que significa que as pessoas contraíram a doença nos locais de residência. O município já tinha outras duas mortes confirmadas no mês passado.

O Paraná registra oficialmente 5 óbitos por dengue. O outro caso, também confirmado em março, é de Cascavel. Além de Londrina, os municípios em alerta para epidemia são Foz do Iguaçu, Cianorte e Jacarezinho. E os municípios com epidemia confirmada são Missal, Anahy, Nova Olímpia e Andirá.

O levantamento da semana tem 561 novos casos no Estado. Agora são 3.114 casos confirmados contra os 2.553 da semana anterior.

COMBATE

A Secretaria da Saúde segue com as ações de combate à dengue, em parceria com os municípios em todas as regiões. Profissionais que atuam na Vigilância em Guarapuava, Cascavel e Toledo receberam orientações sobre o combate ao mosquito Aedes Eegypti. As recomendações estão sendo retransmitidas para mais profissionais que trabalham em ações de combate nos municípios vizinhos e também para a população.

 

Redação RJ com AEN