Justiça decreta prisão preventiva de suspeitos de furto à joalheria em São Miguel do Iguaçu

Na tarde desta quinta-feira (12), a Vara Criminal da Comarca de São Miguel do Iguaçu decretou a prisão preventiva (sem prazo definido) de quatro pessoas suspeitas da prática de furto qualificado a uma joalheria da cidade, fato ocorrido na madrugada da última segunda-feira.

A Justiça considerou para tanto a periculosidade dos presos, flagrados com emulsões de explosivos com detonadores, dois veículos, munições calibre 12, relógios e ainda balaclavas e colete balístico camuflado, além de barra de ferro.

As prisões foram decretadas para assegurar a ordem pública e para evitar o reagrupamento dos agentes.

COMPARTILHAR