Com dois de Damião, Inter bate Paysandu e assume liderança da Série B

O Campeonato Brasileiro da Série B tem um novo líder, o Internacional. Nesta sexta-feira, o Colorado venceu o Paysandu pelo placar de 3 a 2, no estádio Beira-Rio, e alcançou o primeiro lugar da competição. Os gols do Colorado foram marcados por Klaus e Leandro Damião, duas vezes. Todos com assistência do argentino. No lado do Papão, Bergson e Welinton Júnior marcaram.

Com o resultado, o Internacional alcançou 42 pontos e ultrapassou o América-MG (41). A última vez que o time gaúcho foi líder isolado da competição havia sido na primeira rodada. No lado do Papão, o resultado manteve a equipe paraense com 27 pontos na tabela e segue no meio da tabela. Distante do G4 e do Z4.

Para o jogo, o técnico Guto Ferreira repetiu a escalação pela quarta vez consecutiva na temporada. Há 13 anos, o Internacional não conseguia repetir o time tantas vezes. A última vez foi em 2004 com o técnico Lori Sandri.

O JOGO – O confronto começou com os dois times buscando o ataque. Antes do primeiro minuto, o atacante Bergson arriscou de longe e quase encobriu o goleiro Danilo Fernandes, mas a bola caiu na parte de cima da rede. Um susto ao torcedor colorado.

A resposta do Inter vinha, como já é de praxe, pela direita com William Pottker arrancando e passando pela marcação. Em uma dessas chegadas, o jogador cruzou para Leandro Damião, que na pequena área, furou no momento da conclusão.

Logo aos 10 minutos, o Colorado abriu o placar com um golaço. O meia D’Alessandro lançou o atacante Leandro Damião, que saiu por trás da zaga invadindo a área, dominou a bola com perfeição e encobriu o goleiro Marcos, que saia da meta para fechar o ângulo.

Três minutos depois, quase o segundo gol colorado. Damião recebeu pela esquerda, invadiu a área e tocou para o meio. O atacante Eduardo Sasha chegou concluindo, mas o goleiro Marcos fez grande defesa, salvando o Paysandu de levar mais um.

Aos 21 minutos, quase que o time gaúcho marca mais um gol encobrindo Marcos. Em jogada pela direita, William Pottker passou pela marcação e foi próximo do fundo da área. Então, o atacante camisa 99 enganou o marcador e deu um toquinho na bola, que ia encobrindo o arqueiro do Paysandu, mas acertou a parte superior do travessão e saiu pela linha de fundo.

O Colorado sobrava em campo, tocando com qualidade e arrancando com facilidade. O Paysandu, então, começou a abusar das faltas ríspidas. Contudo, o Papão assustava em jogadas de bola parada.

O Paysandu teve uma boa chance durante cobrança de falta. O meia Rodrigo lançou na área, mas Danilo Fernandes saiu da meta para agarrar a bola.

O time paraense chegou ao empate com o ex-gremista, Bergson. Em cobrança de falta, o zagueiro Diego Ivo cabeceou e o goleiro Danilo Fernandes fez outra bela defesa, mas no rebote, o atacante Bergson, em posição irregular, apenas empurrou para o fundo das redes, deixando tudo igual no Beira-Rio.

Antes do juiz encerrar a primeira etapa, aos 45 minutos, o Internacional passou a frente novamente. E mais um gol de Damião com assistência de D’Ale. Depois de cruzamento para a área, a zagueiro Lombardi afastou mal e a bola sobrou no pé do capitão D’Alessandro. O argentino dominou e tocou para Damião, livre, que finalizou para o fundo do gol.

SEGUNDO TEMPO

O Paysandu retornou com mudanças para a segunda etapa. O atacante Bergson, com dores no tornozelo, não retornou ao campo. Para o lugar, o técnico Marquinhos Santos optou por Magno. O Colorado Gaúcho não fez alterações.

A dupla D’Alessandro e Damião voltou afiada. Em cobrança de falta, o argentino cruzou e o atacante, sem desistir do lance, apareceu quase na linha do fundo finalizando cruzado, obrigando o goleiro Marcos a fazer uma boa defesa.

Um minuto depois o volante Edenílson invadiu a área e Diego Ivo derrubou o jogador ao tentar cortar a bola, mas a arbitragem mandou o jogo seguir apesar da reclamação dos jogadores colorados.

Aos 13 minutos, Damião fez bela jogada e tocou para Edenílson, mas de cara para o gol, o volante errou no momento de concluir.

Aos 19 minutos, o atacante Eduardo Sasha arriscou de muito longe, a bola quicou surpreendendo e quase enganou o goleiro Marco, que conseguiu espalmar. No rebote,

Em mais uma falha do Paysandu, o Inter ampliou. Aos 23 minutos, D’Alessandro cobrou escanteio, o goleiro Marcos saiu da meta saltando e não alcançou nada. Então, o zagueiro Klaus, de cabeça, empurrou para o fundo das redes. O defensor artilheiro tem quatro gols na Série B, ele só marcou menos vezes que os atacantes Nico López (5) e o William Pottker (7).

Os mais 37 mil torcedores presentes no estádio faziam a festa, a cada passe colorado gritava “olé” e estufava o peito para cantar em forma de apoio ao time que estava assumindo a liderança isoladamente.

O Internacional quase marcou o quarto gol com Nico López. No lance, o uruguaio foi lançado e invadiu a área, mas no momento de concluir foi derrubado dentro da área por Lucas Taylor. Contudo, o árbitro não assinalou a penalidade máxima.

Na oportunidade seguinte, o Paysandu descontou. Após cruzamento para a área, Welinton Júnior subiu mais que Claudio Winck e cabeceou no canto. O goleiro Danilo Fernandes até saltou para lado, mas não alcançou a bola. Contudo, não dava tempo para mais nada.

Pelo Campeonato Brasileiro da Série B, as duas equipes vão ganhar um folga de mais de uma semana. Pela 22ª rodada do torneio, o Paysandu enfrenta o América-MG, dia 8 de setembro, às 21h30 (de Brasília), no estádio Mangueirão. O Internacional encara o Juventude, no Alfredo Jaconi, às 16h30 (de Brasília), no dia 9 de setembro.

Antes disso, o Colorado Gaúcho vai ter um duelo decisivo nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), contra o Atlético-MG pelas quartas de final da Primeira Liga, no estádio Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 3 X 2 PAYSANDU

Local: Estádio Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data: 25 de agosto de 2017, sexta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
Público: 37.083 (33.193 pagantes)
Renda: R$ 778.053,00

GOLS
Internacional: Leandro Damião, aos 10 e 45 minutos do primeiro tempo; Klaus, aos 23 minutos do segundo tempo
Paysandu: Bergson, aos 34 minutos do primeiro tempo; Welinton Júnior, aos 40 minutos do segundo tempo

CARTÕES AMARELOS
Internacional: Víctor Cuesta, Rodrigo Dourado, D’Alessandro, Claudio Winck
Paysandu: Perí, Rodrigo, Marcão, Magno, Nando Carandina

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Claudio Winck, Klaus, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado (Charles), Edenílson, D’Alessandro, William Pottker e Eduardo Sasha (Camilo); Leandro Damião (Nico López)
Técnico: Guto Ferreira

PAYSANDU: Marcão Milanezi; Ayrton (Lucas Taylor), Fernando Lombardi, Diego Ivo e Perí; Nando Carandina, Renato Augusto, Rodrigo Andrade (Welinton Júnior) e Rodrigo; Marcão e Bergson (Magno)
Técnico: Marquinhos Santos

Gazeta Esportiva

COMPARTILHAR