Veterinário alerta para os ricos com o escorpião em São Miguel

No Banner to display

A população de São Miguel do Iguaçu deve ficar em alerta para os perigos do escorpião. A orientação é manter os imóveis limpos, telar os ralos e caixas de esgoto. De acordo com o Veterinário da Vigilância em Saúde Geovane Lourenço da Silva, alguns pontos do município estão em situação endêmica.

Em São Miguel, tem várias espécies de escorpiões, cor marrom (tityus bahiensis e tityus costatus) cor preta (bothriuros), sendo esses que já fazem parte da fauna nativa e não são causadores de acidentes graves. Já o de cor amarelo (tityus serrulatus) é uma espécie exótica e foi introduzida no estado do Paraná desde os anos 80, e em São Miguel, desde 2011, (dados do Sistema de notificação de animais peçonhentos), sendo essa, a espécie de maior perigo em todo o Brasil, causadora de óbitos, principalmente em crianças.

Devido a esses riscos que apresentam a saúde humana, o Governo Municipal, já iniciou as ações de controle com orientações, está notificando imóveis que facilitam a proliferação de escorpiões, mas também irá intensificar as limpezas nos locais públicos e particulares.

Deste modo, mutirões de limpezas estarão sendo realizados nos locais onde têm mais pontos identificados de infestação de escorpiões. A equipe fez uma programação dos primeiros locais de trabalho.

Redação RJ com Assessoria