VAR, polêmica e expulsão: em jogo quente, Palmeiras vence o Vasco e segue caça ao líder Flamengo

“Polêmica” é a palavra que define a vitória do Palmeiras por 2 a 1 diante do Vasco, nesta quarta, em São Januário. Em noite de chuva no Rio de Janeiro, com arbitragem de Rafael Traci em destaque, os visitantes garantiram três pontos importantes na caça ao Flamengo. Mas com muita reclamação. O time de Mano Menezes saiu na frente com Lucas Lima, cedeu o empate num gol contra de Mayke e viu o clima esquentar na segunda etapa, no gol decisivo de Luiz Adriano, com pedido de falta na origem da jogada, e pênalti reclamado pelos donos da casa, revisado e não marcado, que terminou em expulsão de Leandro Castán.

CENTRAL DO APITO

Sandro Meira Ricci viu falta de Luiz Adriano no lance do segundo gol do Palmeiras. Para o comentarista de arbitragem, o movimento na origem da jogada impede a chegada de Danilo Barcelos na bola.

– O movimento que ele faz é de impedir, que o Danilo dispute a bola. Para mim, houve falta, sim, do Luiz Adriano.

No lance da penalidade reclamada por Henríquez e companhia, Sandro viu lance interpretativo e concorda com a marcação de campo de Rafael Traci. O comentarista afirma que o VAR não deveria ter chamado o árbitro para revisão.

PANORAMA

Vasco: 12ª posição – 39 pontos

Próximo jogo: CSA, no domingo, às 19h, no Rei Pelé

Palmeiras: 2ª posição – 66 pontos

Próximo jogo: Corinthians, no sábado, às 19h, no Pacaembu

ge