Connect with us



Agricultura

Três municípios da região Oeste aderem ao Susaf/PR durante o Show Rural

Publicado

em

Safismi

Mais três municípios da região Oeste do Paraná aderiram ao Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf/PR). Os certificados foram entregues aos prefeitos de Diamante D’Oeste, Matelândia e Ouro Verde do Oeste, nesta terça-feira (6), pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior durante a programação do Show Rural Coopavel, em Cascavel.

O Susaf/PR acaba com entraves burocráticos que impossibilitam que produtos alimentícios e derivados reconhecidamente bons do ponto de vista higiênico-sanitário sejam vendidos além dos limites locais. Com a adesão ao sistema, os municípios podem indicar as pequenas agroindústrias locais que cumprem com as normas sanitárias e que poderão ampliar o seu potencial de venda para todo o Estado. São 97 cidades inseridas no programa.

Segundo o governador, o objetivo da iniciativa é fomentar as pequenas agroindústrias, que ao poderem ampliar as vendas para outros municípios paranaenses terão maior valor agregado, estimulando o crescimento econômico dos produtores. “Estamos tentando impor uma velocidade para que mais produtores rurais que produzem alimentados artesanalmente possam ganhar em escala sem a limitação do comércio apenas local”, afirmou.

“Graças ao Susaf/PR, conseguimos dar uma oportunidade para que milhares de agricultores familiares mudem de vida ao transformarem suas propriedades em grandes agroindústrias. Nossa estratégia é chegar a cada vez mais municípios para fazer a economia de todo o Estado girar, avançando no objetivo de transformar o Paraná no grande supermercado do mundo”, acrescentou Ratinho Junior.

Das cidades que já efetivaram a adesão, 56 fizeram o processo de forma individual, 31 por meio do Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Rural e Urbano Sustentável da Região Central do Estado do Paraná (Cid Centro) e 10 pelo Consórcio Público Intermunicipal do Centro Noroeste do Paraná (Cicenop).

A análise e concessão do certificado é feita pela Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), cuja meta é chegar a 200 municípios integrados ao sistema até 2026.

“A partir da obtenção do selo, os produtores municipais ampliam a sua área de venda de 10, 20 ou 30 mil pessoas para 11,4 milhões de paranaenses. Este é o primeiro passo para a desburocratização, cujo segundo é poder vender para todo Brasil, e o terceiro é chegar aos mercados internacionais”, comentou o presidente da Adapar, Otamir Martins.

De acordo com o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, outros 32 municípios da Região Metropolitana de Curitiba e Litoral também já iniciaram o processo de obtenção do certificado junto à Adapar. “Lamentavelmente, há mais de sete décadas o Brasil segmentou os consumidores entre aqueles que podem consumir no município, no Estado ou no Brasil. Com o Susaf/PR, nós retiramos as barreiras entre os municípios paranaenses fazendo com que o serviço de inspeção sanitária municipal seja equivalente ao estadual”, declarou

“Aqueles mais empreendedores certamente enxergarão o potencial desse grande mercado e vão produzir mais, aumentar a renda e contratar mais funcionários”, completou o secretário da Agricultura e do Abastecimento.

SISTEMA – Criado por lei em 2013 e regulamentado em 2020, o Susaf/PR é destinado especialmente à agroindústria familiar e de pequeno porte. A exigência é que elas estejam registradas no Sistema de Inspeção Municipal (SIM). O selo pode ser concedido aos municípios ou consórcios intermunicipais que apresentem como atribuição o serviço de inspeção e que ele seja estruturado, garantindo que o produto é de qualidade.

Os estabelecimentos interessados em obter o selo devem seguir os programas de autocontrole, como limpeza, desinfecção e higiene, hábitos higiênicos e saúde dos manipuladores. Além disso, são exigidos a manutenção das instalações e equipamentos, controle de potabilidade de água, seleção de matérias-primas, ingredientes e embalagens, controle de pragas e vetores e controle de temperatura. Também devem contratar profissional habilitado para a industrialização e conservação dos produtos.

No site da Adapar, é possível conferir a lista com todo os municípios cadastrados. Por meio dos links, a pessoa interessada será encaminhada aos sites dos municípios, onde estão informações dos estabelecimentos e dos produtos indicados ao Susaf/PR.

 

Fonte: AEN | Foto: Jonathan Campos/AEN

Uniguaçu