Connect with us

Agricultura

Trabalhadores rurais podem sofrer perda auditiva devido ao manuseio de agrotóxicos e exposição frequente ao barulho das máquinas

Publicado

em

Safismi

Quem trabalha no campo não se dá conta, mas o fato é que muitos agricultores estão perdendo a saúde auditiva. As causas são a falta de cuidados durante a jornada de trabalho. A exposição frequente ao ruído e à vibração de tratores, motosserras, colheitadeiras, entre outras máquinas barulhentas, de grande porte, provoca perda de audição progressiva, além de outros males. Além disso, se engana quem pensa que o manuseio de agrotóxicos e inseticidas causa apenas náuseas, vômitos e cefaleia, como é divulgado. É pior: a exposição a esses tipos de substância também pode causar surdez.

Pesquisa publicada na Revista de Saúde Pública, da USP, mostrou que em um grupo de trabalhadores rurais expostos concomitantemente a inseticidas e ao ruído das máquinas a perda auditiva foi de 66,7%. O tempo médio para que desenvolvessem a deficiência foi de 3 a 4 anos. Desse grupo, apenas 2,9% dos trabalhadores mencionaram usar proteção auditiva enquanto operavam as máquinas. O motor de um trator em funcionamento emite ruído em torno de 97 decibéis.

“Na presença de ruídos acima de 85 decibéis a audição pode ser prejudicada. Dependendo da frequência e do tempo de exposição a sons elevados, aumenta o risco de lesões na cóclea (órgão dentro da orelha responsável pela audição) fazendo com que a pessoa sofra danos auditivos de forma contínua e elevada ao longo da vida”, explica a fonoaudióloga Isabela Papera, da Telex Soluções Auditivas.

Os prejuízos para a audição em consequência do excesso de barulho não ocorrem do dia para noite. A perda auditiva pode não se manifestar imediatamente, mas seus efeitos serão sentidos mais tarde, ao longo da vida. O mais indicado é que os operadores de tratores e outras máquinas utilizem atenuadores de som que reduzem o barulho, mas que não impedem que o profissional ouça os sons ao redor. Alguns modelos de protetores auriculares, como os da Telex, por exemplo, podem ser feitos sob medida.

Fonte: Ex-Libris Comunicação Integrada

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home3/radiojornal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4755