Connect with us



Agricultura

Soja sobe quase 2% em Chicago e preços voltam a subir nos portos do Brasil nesta 4ª feira

Publicado

em

Safismi

Após bater em suas mínimas de 10 anos, os preços da soja voltaram a subir na Bolsa de Chicago nesta quarta-feira (19) para terminarem o dia com ganhos de quase 2% entre as posições mais negociadas. O novembro/18, que segue como o principal contrato nesse momento, encerrou o dia com US$ 8,30 por bushel. Referência para a safra brasileira, o março/19 ficou em US$ 8,57.

As cotações foram, ao longo do pregão, intensificando suas altas, em um movimento técnico de correção de ajuste de patamares após as últimas e consecutivas baixas.

Como explica o diretor da Cerealpar e consultor do Kordin Grain Terminal, os ganhos refletiram essa percepção do mercado de que as baixas foram ‘exageradas’ nas últimas sessões, mesmo diante de uma combinação da já conhecida guerra comercial entre China e Estados Unidos com a entrada da nova safra norte-americana diante do avanço da colheita no Corn Belt.

Dessa forma, ainda segundo Cachia, não é possível afirmar que o mercado saiu de sua tendência de baixa e reverteu seu movimento de forma definitiva. A pressão da disputa tarifária – que ainda causa incerteza sobre a relação oferta x demanda nos EUA – e a entrada efetiva da safra 2018/19 no mercado, com mais de 6% da área americana já colhida no país.

Além da movimentação técnica, segundo explicaram analistas internacionais, os futuros da commodity foram também estimulados pela forte alta do trigo na sessão desta quarta em Chicago. As cotações do cereal subiram entre 8,50 e 12 pontos nos principais contratos.

Mercado Brasileiro

Os preços da soja no mercado brasileiro acompanharam o mercado internacional e voltaram a subir, corrigindo as breves baixas registradas nesta terça-feira. Assim, o disponível em Paranaguá voltou aos R$ 98,00 por saca, subindo 0,31%, enquanto teve alta de 0,75% em Rio Grande, para R$ 93,70, e de 0,74% no outubro, que ficou com R$ 95,00.

Para a safra nova, a referência março/19 fechou os negócios com R$ 87,00 e registrando ganho de 1,16%.

No interior, os preços da soja também subiram de forma bastante expressiva e os ganhos chegaram a bater no 6,49%, que foi o caso de São Gabriel do Oeste/MS, onde o indicativo foi a R$ 82,00 por saca. E na maior parte das principais praças de comercialização pesquisadas pelo Notícias Agrícolas, as cotações têm transitado acima dos R$ 80,00 por saca, acompanhando sua realidade local de oferta e demanda.

Com estoques escassos da safra velha, os preços têm se mantidos firmes e subindo, uma vez que são motivados ainda pelos prêmios fortes – acima dos US$ 2,00 sobre Chicago para as posições de entrega mais próximas – e pelo dólar, ainda acima dos R$ 4,00, mesmo com a leve baixa desta quarta.

 

Notícias Agrícolas

eleicoes
Uniguaçu