Connect with us



Destaques

Sobrinho que matou tio de 86 anos é condenado a oito anos de prisão em Medianeira

Publicado

em

Safismi

Na última segunda-feira (08), teve início a sessão do Tribunal do Júri da Comarca de Medianeira, que julgou o réu Aguinaldo Felício, que no dia 11 de julho de 2020, matou seu tio de 86 anos após uma discussão.

Na sessão, o Conselho de Sentença reconheceu a materialidade e autoria do homicídio, e não acolheu a tese de legítima defesa sustentada em plenário pela defesa do acusado.

Com a atenuante de que o crime foi praticado contra pessoa com mais de 60 anos, o Tribunal do Júri condenou o acusado pelo crime, fixando a pena em oito anos de prisão. A decisão foi publicada no PROJUDI na data de ontem (09).

Preso desde o dia 12 de julho de 2020, o réu cumprirá sua pena inicialmente em regime fechado.

O CRIME

No dia 11 de julho de 2020, por volta das 18h00min, na Rua Paulo VI, Bairro Nazaré, nesta cidade e Comarca de Medianeira/PR, o denunciado AGUINALDO FELÍCIO, dolosamente, com consciência e vontade, cientes da ilicitude e reprovabilidade de suas condutas, com o inequívoco ânimo de matar, desferiu golpes com instrumento contundente contra a vítima Lindolfo Felício, nascido em 01/07/1934 (com 86 anos de idade na data dos fatos), causando-lhe lesões que foram causa de sua morte, conforme laudo necroscópico que será juntado aos autos. Apurou-se que o denunciado e a vítima tiveram uma desavença anterior aos fatos, na qual Lindolfo desferiu golpes de facão contra o denunciado Aguinaldo. Momentos depois, o denunciado saiu de sua casa à procura da vítima, matando-a”.

 

Redação: Guia Medianeira com informações do PROJUDI

Uniguaçu
eleicoes