Connect with us

Notícias

Crimes registrados em São Miguel mobilizam grupo religioso

Publicado

em

São Miguel do Iguaçu viveu uma semana atípica. Uma sequência de ocorrências, incluindo homicídios e assalto, tem deixado a população acuada. Diante desta situação, um grupo religioso reuniu no último sábado (16/09) centenas de diáconos e pastores evangélicos da região.

Na noite de segunda-feira (11/09) uma mulher foi vítima de assalto no Bairro Floresta.  Dois indivíduos, um portando um revólver e outro uma pistola, renderam ela e acabaram levando uma bolsa com um celular e aproximadamente R$ 140,00. Na terça-feira (12/09) um homem morreu e outro ficou ferido após ambos serem atingidos por disparos de arma de fogo. Horas mais tarde, a casa do homem acusado de ser o autor do crime foi incendiada e, no dia seguinte, alvo de furtos. Também na terça-feira, o corpo de um indígena foi encontrado boiando no Lago de Itaipu, na Aldeia Tekoha Ocoi, no Distrito de Santa Rosa do Ocoí. Na quinta-feira (14/09) o corpo de um adolescente de 17 anos que estava desaparecido foi encontrado boiando no Lago de Itaipu. A vítima apresentava sinais de agressão e perfuração por arma de fogo. Na noite de sexta-feira (15/09) um homicídio foi registrado no Distrito da São Jorge, após discussão em um estabelecimento comercial.

Representantes de municípios como Medianeira, Itaipulândia, Missal, Santa Terezinha de Itaipu, entre outros, se mobilizaram em um evento realizado na sede da Primeira Igreja do Evangelho Quadrangular. O grupo acredita que as ocorrências registradas no município tratam-se um problema espiritual.

“Segundo nossos estudos bíblicos, vemos que realmente é final dos tempos. Por esta razão, a gente mobilizou um número razoável de pessoas para que pudéssemos trazer através de Deus uma palavra de ânimo”, afirma o Pastor Jeferson Luiz Rodrigues. De acordo com o líder religioso, o momento enfrentado em São Miguel do Iguaçu exige da população uma maior aproximação com Deus. “A palavra diz que no final dos tempos o amor de muitos estaria esfriando. Nós vemos este acontecimento diariamente. O papel da igreja é levar o conhecimento de Deus, e consequentemente, do amor”, diz o pastor.

Para o superintendente da Região Costa Oeste da Igreja Quadrangular, Reverendo Carlos da Silva, os problemas sociais são resultado de forças negativas. “Forças ocultas tem trabalhado para que a desarmonia ocorra dentro do seio social e familiar. Entendemos que as questões espirituais exercem um grande poder da transformação da pessoa”, afirma o reverendo.

Carlos também considera que o contexto social envolve questões governamentais, econômicas e espirituais. Para o religioso, a igreja tem um papel importante em meio a turbulência enfrentada no país. “Estamos vivendo dias acelerados, onde as pessoas estão se preocupando mais em ter do que ser. Isso significa que as pessoas estão deixando Deus de lado. Precisamos nos voltar a velha prática de ter o temor ao senhor, colocar nossa família diante de Deus para que estas situações não ocorram.

 

Fernando Figa
Redação RJ

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whatsapp 45 3565-1033 - Canal direto com nossa redação - Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home3/radiojornal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4755