Connect with us

Notícias

Postos de combustíveis do Paraná têm queda de 70% nas vendas

Publicado

em

Por conta da pandemia do coronavírus, o segmento da revenda de combustíveis no Paraná contabiliza queda de mais de 70% nas vendas. Segundo informações do Sindicombustíveis-PR, a situação do setor é gravíssima e, por isso, a entidade segue em contato com diferentes instâncias dos governos federal, estadual e municipais para minimizar os efeitos da crise. Uma das propostas do setor para amenizar as perdas é a redução de impostos estaduais e federais. “É provável que muitas empresas não terão capital de giro para sobreviver a uma redução tão brusca de faturamento, caso novas medidas de apoio não sejam implementadas”, alerta o Sindicombustíveis, em nota encaminhada à reportagem do Bem Paraná. Não há risco de desabastecimento.

De acordo com o sindicato, até o momento, governo federal e do Paraná, bem como diferentes órgãos municipais, sinalizaram com algumas medidas de apoio ao setor, mas que são insuficientes diante do tamanho da crise.” Preocupa também o fato de muitas prefeituras do interior terem tomado medidas questionáveis como o fechamento de lojas de conveniência. Este tipo de loja oferece uma alternativa à população, sem aglomeração de grande número de pessoas, na venda de alimentos, produtos de higiene pessoal e outros itens de primeira necessidade”, afirma a nota da entidade, que lembra que os serviços dos postos são essenciais para manter em circulação ambulâncias, carros de bombeiro, viaturas policiais, transportes de trabalhadores e também o abastecimento de alimentos, remédios e muitos outros itens essenciais.

Segurança – Para manter a segurança nos postos, o Sindicombustíveis-PR reforçou orientações para frentistas e todas as equipes, como utilização de álcool em gel e cuidado redobrado na limpeza de máquinas de cartão. Os postos do Paraná também já começaram a seguir nova determinação da Agência Nacional do Petróleo que reduziu os horários obrigatórios de funcionamento. Na semana passada, a ANP publicou no Diário Oficial da União que o funcionamento, no mínimo, deve ser de segunda-feira a sábado, das 7h às 19h. Anteriormente, o horário obrigatório mínimo era das 6h às 20h. Diante da queda drástica nas vendas, muitos postos passaram a trabalhar somente dentro da faixa horária exigida, reduzindo jornadas noturnas. O trabalho no domingo, vale ressaltar, já era facultativo.

Fonte: Bem Paraná | Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home3/radiojornal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4755