Connect with us

Esporte

PF apreende R$ 480 mil em espécie na casa de presidente do COB

Publicado

em

Safismi

Brazil’s Olympic Committee chief, Carlos Arthur Nuzman (C) is seen at the Brazilian Federal Police building in Rio de Janeiro, Brazil on September 5, 2017.
Rio de Janeiro police launched raids Tuesday against “an international corruption scheme” accused of bribing the IOC to vote for the city’s bid to host last year’s Olympic Games. / AFP PHOTO / Apu Gomes

Não bastasse as evidências de depósitos milionários que aumentam a suspeita de compra de votos para o Rio de Janeiro sediar as Olimpíadas de 2016, foi encontrada nesta terça-feira, na residência do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, R$ 480 mil em espécie e em diferentes moedas.

Cumprindo mandado de busca e apreensão na casa de Nuzman, no nobre bairro do Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro, a Polícia Federal encontrou a quantia escondida em diferentes gavetas da residência, que também contava com um cofre.

Nuzman guardava R$ 102.950,00, além de 35.472 dólares, 1.315,00 libras, 8.260,00 francos suíços e outros 67.720 euros. No entanto, o fato de reter esta grande quantidade de dinheiro vivo dentro de casa não configura crime, ainda que ele tenha de prestar esclarecimentos sobre o caso.

Além do grande valor em espécie, veículos que pertencem a Nuzman também foram bloqueados, assim como outros bens do empresário Arthur César de Menezes, o “Rei Arthur”, e sua ex-sócia Eliane Pereira Cavalcante.

O presidente do COB também entregou à PF seus três passaportes: o brasileiro, o diplomático e o russo, este adquirido supostamente em troca do voto para a cidade de Sochi sediar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014.

Gazeta Esportiva

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home3/radiojornal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4755