Palmeiras entra com pedido de impugnação da final no TJD-SP

Na noite desta terça-feira, o Palmeiras protocolou o pedido de impugnação da final do Campeonato Paulista junto ao TJD-SP (Tribunal de Justiça Desportiva). De acordo com o clube, imagens comprovam uma interferência externa na decisão do árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza de anular a marcação de um pênalti do corintiano Ralf sobre Dudu. Antônio Olim, presidente do órgão, se colocou à disposição do clube.

Em imagens divulgadas pelo Palmeiras nesta terça, o diretor de arbitragem da FPF (Federação Paulista de Futebol), Dionísio Roberto Domingos, sobe do túnel e conversa com o auxiliar Anderson José de Moraes Coelho após a marcação do pênalti.

Em seguida, o quinto árbitro Alberto Poletta Masseira corre para se comunicar com o quarto árbitro, Adriano de Assis Miranda. Este, então, informa Marcelo Aparecido, juiz principal, que anula a marcação após mais de oito minutos de discussão em campo.

As imagens das câmeras de segurança do Allianz Parque, aliadas a outros videos de emissoras de televisão amplamente divulgados, comprovam mais uma vez e agora, de maneira inequívoca e irrefutável, que houve interferência externa para a alteração de uma marcação convicta da arbitragem em campo.

Considerando que trata-se de violação clara das normas da IFAB (International Football Association Board) e do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que deve resultar invariavelmente na anulação da partida, o Palmeiras aguardará o pronunciamento imediato das entidades administrativas do esporte a respeito das providências sobre o assunto, sob pena de adotar todas as medidas cabíveis para garantir a lisura da competição e os seus direitos.

 

 

Gazeta Esportiva

COMPARTILHAR