Connect with us

Notícias

Natal: Comerciantes são-miguelenses estão otimistas com compras de última hora

Publicado

em

A dois dias do Natal, lojistas de diferentes segmentos de São Miguel do Iguaçu se mostram otimistas e confiantes em relação as vendas para a data, período em que, historicamente, o comércio fica mais aquecido.

“A expectativa de vendas é boa, o clima tem ajudado, apesar de 2017 ter sido um ano bem atípico para o comércio”, segundo a Gerente da Dik Dik Calçados, Maria Goreti Martins. No entanto, o horário especial de atendimento estabelecido pela Acismi tem dado resultado. “Estamos tendo um movimento muito bom principalmente no período da noite, ficamos até surpresos, atendemos até às 21 horas”, garante. Questionada sobre o número de vendas em comparação ao mesmo período do ano passado, ela afirmou que está praticamente igual, a única diferença é que a maior quantidade de vendas ocorreu durante à noite.

Para Gerente da loja Monalisa, empresa do segmento de confecções, Rosimeri Oliveira, “as vendas para essa data ainda não estão tão boas como em anos anteriores, mas estamos esperançosos nesses dois dias que restam, porque o pessoal costuma deixar realmente para última hora”, afirma.

“O comércio estava meio retraído, agora no mês de dezembro deu uma boa reagida, sentimos uma melhora bem razoável nas vendas” relata a Gerente da RM Móveis, Diva Lago Frete. E acrescenta: “não é que tivemos melhora quanto às vendas, foi na verdade uma questão de necessidade apenas. Se comparada à 2016 o número de vendas teve uma queda bem acentuada, mas desejamos que 2018 melhore, é o que precisamos, esperamos e queremos”, conclui.

A proprietária da Relojoaria e Ótica Orient, Salete Filippim, afirma que a empresa está durante toda a semana esperando pelo melhor e que o atendimento em horário diferenciado, está dando resultado. “Sempre contamos com nossa freguesia que nos prestigia. Sempre na última hora temos resultados melhores quanto as vendas. Acredito que será satisfatório neste ano. O movimento para data está relativamente melhor do que ano passado. As pessoas estão comprando mais, porém itens de valores menores, mais presentinhos”, destaca.

Por outro lado, é difícil deixar a data passar em branco, sem comprar nada. Mesmo em momento de retração financeira, os presentes de Natal são considerados indispensáveis para muita gente.

Para a grande maioria dos lojistas, é hora de correr atrás de conquistar os clientes, que dificilmente ficam sem comprar pelo menos uma ‘lembrancinha’.

Luciane Reolon – Redação RJ

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home3/radiojornal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4755