Plano de Carreira e divisão de imóveis da Vila Rural marcam a Sessão da Câmara de São Miguel

O auditório da Câmara Municipal de São Miguel do Iguaçu ficou lotado na sessão desta segunda-feira (09/04). Servidores municipais acompanharam a plenária em busca de informações sobre dois projetos que alteram o plano de carreira. No entanto, as matérias não entraram em votação e seguem em discussão nas comissões.

Entre as matérias do legislativo, foi apresentada uma indicação de autoria do vereador Marcos Murbak. O parlamentar pede ao prefeito ações de incentivo às empresas do ramo de cerâmica. Segundo Murbak, a preocupação partiu principalmente dos trabalhadores que sentem a dificuldade financeira das empresas.

O plenário também colocou em leitura a indicação do vereador Edson Ferreira que pede calçamento entre São Jorge e Linha Marfim. Também foi colocado em leitura o Projeto de Lei da vereadora Flávia Dartora, referente a obrigatoriedade de políticas públicas relacionadas ao diagnóstico do autismo. Já o Projeto de Lei que autoriza a prefeitura a realizar um Processo Seletivo Simplificado foi aprovado em primeiro turno.

Outra matéria polêmica trata de uma autorização para divisão de imóveis na Vila Rural Verdes Campos. Moradores da comunidade estiveram na Câmara para pressionar os vereadores a rejeitarem a proposta. Os agricultores consideram que o projeto vai contra o objetivo para o qual a vila foi criada e afirmam que a comunidade não possui infraestrutura para atender uma demanda maior em energia elétrica e saneamento básico, por exemplo. Os agricultores também defendem que as propriedades devem ser destinadas apenas para a atividade rural. O projeto não entrou em votação e segue tramitando nas comissões.

 

Fernando Figa
Redação RJ

COMPARTILHAR