Connect with us

Região

Ministério Público entra com ação civil pública para fechar o comércio rondonense

Publicado

em

Uma ação civil pública foi ajuizada nesta quarta-feira (1º) pelo Ministério Público de Marechal Cândido Rondon contra a prefeitura local, exigindo que o comércio volte a fechar as portas, como medida preventiva à transmissão do coronavírus. A ação pede urgência e leva a assinatura dos promotores João Eduardo Antunes Mirais, Marcus Vinicius Ferraz Homem Xavier e Carlos Alberto Dias Torres.

Na ação, os promotores querem a suspensão dos efeitos do decreto 088 de 28 de março, em que foi liberado o funcionamento das empresas desde a data de ontem (31). Eles observam que já existem dois casos de Covid-19 em Marechal Cândido Rondon e sequer o município informou o número de testagem e o número de leitos disponíveis no caso de eventual surto repentino da doença.

Conforme os promotores, o potencial de infectados e transmissores do vírus é considerável e completamente desprezado pela Administração Municipal. Eles entendem que a medida adotada pelo prefeito Marcio Rauber de permitir a reabertura do comércio contraria a orientação do Governo do Paraná e da própria Amop, que mudou a sua orientação no início da semana.

O Ministério Público também aponta que o Município sequer elaborou Plano de Contingência específico para o funcionamento das atividades reabertas, mas apenas medidas aleatórias e sem nenhuma eficiência prática comprovada.

O Poder Judiciário local ainda não se manifestou sobre a ação.

A administração municipal de Marechal Cândido Rondon, que decidiu pela reabertura do comércio, após reunião na última segunda-feira (30) com o COE, Acimacar e vereadores, também ainda não se pronunciou a respeito.

Fonte: Aqui Agora

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home3/radiojornal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4755