Medianeira: Candidatos pedem anulação das eleições do Conselho Tutelar

Na tarde desta quinta-feira (10), um grupo de candidatos ao Conselho Tutelar protocolou junto ao Fórum da Comarca de Medianeira um pedido de impugnação da eleição que aconteceu no último domingo (06).

A impugnação se baseia em provas colhidas pelos mesmos de fatos que tornam o resultado da eleição incorreto, bem como a falta de cumprimento de algumas normas exigidas pelas leis federais e municipais.

Publicidade

O primeiro motivo é o não afastamento prévio sem remuneração das atuais conselheiras, algumas inclusive foram reeleitas. A lei municipal prevê no mínimo 30 dias de afastamento para que possam concorrer ao cargo novamente.

O segundo motivo é a compra de votos, que segundo os requerentes da anulação, ocorreu de duas formas, em trocar de dinheiro e também de combustível. A denúncia também destaca o transporte de eleitores, todas são praticas ilegais segundo o ECA.

O terceiro motivo é o grau de parentesco de membros da comissão da eleição e o quarto motivo do pedido de anulação é a boca de urna.

Confira no vídeo os candidatos protocolando o pedido de anulação e mais informações sobre.

Redação: Guia Medianeira