Maio Amarelo: Paraná registrou 2.338 óbitos no trânsito em 2018

A Associação Comercial do Paraná (ACP), em conjunto com o Detran, Setran, Polícia Rodoviária Federal e Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), realiza nesta terça-feira (7), a partir das 11 horas, a abertura do “Maio Amarelo” de 2019. O movimento foi instituído pela ONU (Organização das Nações Unidas) e tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

A taxa de mortalidade em acidentes de trânsito no Estado é de 20,65% — foram 2.338 óbitos em 2018, segundo o Detran-Paraná. No Estado, o número de acidente de trânsito com morte caiu 8% em 2018 em relação ao mesmo período de 2017, passando de 2.547 para 2.338. A preocupação, porém, está em relação aos ciclistas e motociclistas, ambos com aumento de óbitos. Entre as motos, esse número cresceu 3% de 2017 (659) para 2018 (680). Nas bicicletas, saltou 47% – de 98 para 144.

Publicidade

De terça até quinta-feira (9), haverá uma tenda em frente à sede da ACP, que reunirá uma série de atividades para marcar a data. Também faz parte um veículo e uma moto destruídos em acidentes, que ficarão em exposição no local para chamar a atenção para os riscos do trânsito.

Anjos da mobilidade
Nesta segunda-feira (6), a consultoria Mobilidade Segura promoveu a 5ª edição do projeto “Anjos da Mobilidade”. Foi na Praça Rui Barbosa, na esquina das ruas Voluntários da Pátria e Pedro Ivo. Ali, onde há intenso fluxo de ônibus, voluntários ajudaram pessoas com mobilidade reduzida a atravessar na faixa, com sinalização para os motoristas dos ônibus e faixas de agradecimento.

Outras ações como essa serão realizadas ao longo do ano. “Tentamos sensibilizar os condutores e pedestres para uma melhor convivência”, conta o diretor da Mobilidade Segura, Cassiano Ferreira Novo. “A segurança no trânsito depende de cada um de nós”, enfatiza o gerente de marketing da Pumatronix, Ian Robinson, uma das apoadoras da ação.

Escola de Trânsito inicia palestras educativas em todo o Estado
O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR), por meio da Escola Pública de Trânsito (EPT), iniciou ontem, palestras educativas em diversos municípios do Estado. Os temas abordados abrangem todas as idades. As palestras serão realizadas simultaneamente, todos os dias, durante todo o mês de maio.

Nesta segunda-feira (6), as cidades que estão participando foram Arapongas, Nova Aurora, Chopinzinho, Castro, Maringá, Paranavaí, Campo Mourão, Altonia, Wenceslau Braz, Cianorte, Cambara, Ivaiporã, Cidade Gaúcha, Iporá e Santa Helena.

Ao todo, a EPT, oferece 10 temas diferentes sobre o trânsito. São eles: “Galera, passei”, “Contação de Histórias”, “Eu, o Trânsito e a Sociedade”, “Jovem Consciente”, “Atualização em legislação de Trânsito”, “Saúde e Trânsito”, “Meio Ambiente e Trânsito”, “Terceira Idade e o Trânsito”, “Trânsito em Sala de Aula – Educação para o Trânsito no Ensino Fundamental” e “Direção e Comportamento Defensiva”.

Blitze
Em Curitiba, a semana também terá ações do Maio Amarelo. Blitze educativas nas ruas e em bares da Capital serão desenvolvidas. A primeira blitz educativa em bares aconteceu na sexta-feira (3) passada, e outras acontecem nos dias 10, 17, 24 e 31 de maio, nos bares do Alto da XV, empreendimentos no Bacacheri e outros bairros de Curitiba.

Na sexta-feira está marcada uma blitz educativa com motoristas na BR-277, e no dia 27 acontecem dez blitze simultâneas em Curitiba em locais a serem definidos pelo BPTran. Em todo o Estado serão 140 blitze neste dia.

 

Bem Paraná