Leco abre as portas ao retorno de Kaká ao São Paulo em 2018

Aliviado com a vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, na noite deste sábado, no Pacaembu, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva rompeu o silêncio em relação à imprensa. Inclusive, ainda no estádio municipal, Leco abriu as portas do clube para o retorno de Kaká.

“Possível é, mas não existe nada. É um jogador que tem a ver com a história e a camisa do São Paulo. É um querido, um são-paulino. Se for possível da parte dele, da nossa faremos para que seja. Claro que sim (portas abertas para Kaká)”, afirmou o mandatário, após o confronto.

Publicidade

Apesar de ter deixado o caminho livre para o retorno do meio-campista que atualmente defende o Orlando City, dos Estados Unidos, o dirigente são-paulino está cauteloso em relação à negociação. Ele não quer alimentar grandes expectativas antes de o Tricolor se safar de vez do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. “Vamos esperar, isso é para o planejamento de 2018, mas ele é sempre uma figura bem-vinda”, acrescentou.

Na última quarta-feira, Kaká anunciou que não renovará o seu contrato com o clube norte-americano, que se encerrará em dezembro. Em entrevista à Brasil Rádio, o ídolo são-paulino cogitou um retorno ao Morumbi, mas disse preferir não falar muito sobre o tema em razão da luta da equipe contra o descenso. Eleito melhor jogador do mundo em 2007, ele ainda pode se aposentar.

Gazeta Esportiva