Jô tem denúncia desqualificada e pega um jogo de suspensão

O atacante Jô, do Corinthians, foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com uma partida de suspensão, por conta do lance em que acertou um chute no zagueiro Rodrigo, da Ponte Preta. Inicialmente enquadrado por agressão, o camisa 7 teve a denúncia desqualificada para ato hostil.

Na jogada, o centroavante do Timão, já no chão após uma disputa de bola, empurra seus pés contra o defensor rival, em ato flagrado pelas câmeras de televisão, mas não pelo árbitro Marcelo Aparecido de Souza, que não fez nada no momento.

Publicidade

Se fosse punido por agressão, a pena mínima seria de quatro jogos, comprometendo bastante a participação do atleta na reta final do Campeonato Brasileiro, já que restam seis rodadas para o fim da competição.

Apesar de ter sido suspenso por um jogo, Jô entrou em campo na quarta-feira, diante do Atlético-PR, na Arena da Baixada, pois a punição passa a valer a partir do dia seguinte ao julgamento. Assim, a princípio, ele não encara o Avaí, no sábado às 19 horas (de Brasília).

Após o julgamento, a Procuradoria do STJD pode recorrer da decisão da Comissão. O Corinthians, representado pelo advogado João Zanforlim, pode buscar efeito suspensivo para o atacante.

Com 16 gols, Jô é o artilheiro do Brasileirão, junto com Henrique Dourado, do Fluminense. Se ele realmente não atuar diante do Avaí, a tendência é de que Kazim entre como titular.

A Ponte também foi julgada, por conta da conduta de um dos gandulas e devido ao arremesso de um copo no gramado do Moisés Lucarelli. Pela primeira infração, a Macaca levou multa de R$ 2 mil. Pela segunda, como o torcedor foi identificado, o time acabou absolvido.

Gazeta Esportiva