Guerrero é suspenso preventivamente por 30 dias

O atacante Paolo Guerrero foi suspenso preventivamente por 30 dias, após ser flagrado em exame antidoping. A informação foi passada pela Federação Peruana de Futebol (FPF), por meio de suas redes sociais.

A medida foi tomada pela Comissão Disciplinar da Fifa, já que o teste que apontou o uso de substância ilícita, ainda não especificada, se deu durante um jogo da entidade que rege o futebol mundial, a partida entre Argentina e Peru pelas Eliminatórias Sul-Americanas.

Publicidade

Com a pena de 30 dias, Guerrero não poderá defender sua seleção na disputa da repescagem para a Copa do Mundo, contra a Nova Zelândia. Além disso, ele perderá a reta final da temporada do Flamengo, já que a punição vale para todas as competições.

No parágrafo final do comunicado peruano, a Federação exalta a importância do atacante para a equipe e garante que “a FPF e todo o país se mostram solidários a ele neste momento difícil”.

No início da noite, o Flamengo soltou um comunicado oficial em que se posiciona sobre o polêmico caso envolvendo Paolo Guerrero:

O Clube de Regatas do Flamengo tomou conhecimento na noite desta sexta-feira da suspensão provisória de 30 dias imposta  pela Comissão Disciplinar da FIFA ao atacante Paolo Guerrero. A decisão está relacionada a suposto caso de doping enquanto o atleta atuava pela seleção peruana nas Eliminatórias da Copa do Mundo. Por conta da suspensão, Guerrero não disputará a partida contra o Grêmio, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro.
Paolo Guerrero sempre teve conduta profissional exemplar no Flamengo e esperamos que toda a questão seja esclarecida o mais rápido possível.
Clube de Regatas do Flamengo
Gazeta Esportiva