Connect with us

Brasil

Governo Federal libera quase R$ 1 bilhão para atenção primária à saúde

Publicado

em

O ministro da saúde, Marcelo Queiroga, anunciou a liberação de quase R$ 1 bilhão para a atenção primária à saúde. O objetivo do ministro é que unidades básicas e hospitais estejam mais equipados no enfrentamento à covid-19. A portaria que prevê a autorização do dinheiro foi assinada em solenidade no Palácio do Planalto.

“Cada recurso que é alocado no ministério da saúde deve ser revertido em políticas públicas para melhorar a condição de vida do povo brasileiro. Hoje, é isso que estamos fazendo aqui, alocando aproximadamente R$ 1 bilhão, para a atenção primária”.

A atenção primária à saúde é a porta de entrada aos serviços do Sistema Único de Saúde, o SUS, e serve para atender pacientes em casa, para vacinar pessoas e fazer exames. A verba deve atender estados e municípios no custeio do desenvolvimento de ações estratégicas.

O dinheiro será aplicado em quatro etapas R$ 120 milhões serão para medicamentos e consultas de idosos. Outros R$ 345 milhões devem ser utilizados no acompanhamento de crianças de até 7 anos e gestantes beneficiárias do Bolsa Família. Mais R$ 395 milhões devem ser aplicados em ações na comunidade em geral e o restante será investido em povos específicos, como os quilombolas e os povos indígenas.

O ministro da Cidadania, João Roma, destacou a importância da iniciativa.”A desnutrição e a obesidade são fatores de risco para o agravamento da infecção pelo covid-19 e se tornam ainda mais perigosos quando tratamentos de um universo que inclui crianças e gestantes. O enfoque na primeira infância, com medidas como aferição de peso e altura e avaliação do consumo alimentar, protege nossa crianças e dá condição de crescimento saudável e pleno desenvolvimento cognitivo”.

Durante a solenidade, o ministro Marcelo Queiroga divulgou que o Brasil comprou mais de 100 milhões de doses da pfizer. Os imunizantes devem ficar disponíveis para a população em setembro e servem para ampliar o público-alvo da vacinação contra a covid-19. O ministro ainda reforçou a importância da assistência às gestantes.

“O Brasil já é o quinto país que mais doses de vacinas distribui à população, nas mais de 38 mil salas de vacinação, nós temos o potencial de vacinar mais de 2 milhões e 400 mil brasileiros por dia”.

A portaria do Ministério da Saúde prevê que todas unidades básicas de saúde do país recebam investimentos. São mais de 40 mil unidades e 38 mil salas de vacinação.

Rede de Notícias Regional/Brasília

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home3/radiojornal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4755