Connect with us

Notícias

Foz do Iguaçu recebe inseticida para nebulização contra o mosquito da dengue

Publicado

em

A Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu recebeu do Governo do Estado, 200 litros de inseticida para os trabalhos complementares de combate à dengue. Nesta etapa, os profissionais do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) estão percorrendo os bairros com os maiores índices de casos da dengue e aplicando o inseticida com bombas costais.

Ontem (14) e hoje (15) as ações se concentram no bairro Panorama, região do Jardim São Paulo, onde as equipes percorreram 88 quarteirões.

Desde o ano passado estamos trabalhando intensamente nas ações para conter a dengue. Os agentes de saúde (ACEs e ACSs), tanto do CCZ quanto das Unidades Básicas de Saúde, realizam diariamente as visitas domiciliares orientando os moradores para que mantenham seus imóveis limpos e agora estamos executando mais uma ação complementar que é a aplicação do inseticida com bombas costais nos bairros com maiores índices”, disse o Coordenador do Comitê da Dengue, Jean Rios.

Segundo ele, o inseticida ajuda mas não resolve o problema. A limpeza do quintal para a eliminação dos objetos com água parada continua sendo a melhor forma de eliminar o mosquito Aedes aegypti, e consequentemente reduzir os casos da doença, uma vez que o inseticida tem efeito médio de 15 a 25 minutos para matar insetos e não tem efeito residual, ou seja, não mata as larvas e pupas- do mosquito, explicou.

Nebulização

Com a chegada do inseticida, além dos trabalhos com bombas costais nos pátios das casas, na próxima semana também será feito a nebulização com o veículo, popularmente conhecido como fumacê.

O Paraná, assim como outras centenas de municípios brasileiros, ficou por muitos meses sem receber do Ministério da Saúde o inseticida por problemas na formulação do produto.

Boletim Epidemiológico da Dengue

Do ano passado até agora, a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), através da Vigilância Epidemiológica, já registrou 21.359 notificações, 7.380 confirmações da doença e 5 óbitos.

Fonte: Assessoria

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home3/radiojornal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4755