Connect with us

Agricultura

Força da agroindústria foi destacada por Maggi em Congresso da Abitrigo

Publicado

em

Em discurso, no 24º Congresso Internacional da Indústria do Trigo, promovido pela associação brasileira do setor (Abitrigo), nesta segunda-feira (23) em Campinas (SP), o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi destacou a força da agroindústria do país e da cadeia do cereal. Maggi lembrou que, no último mês de setembro, os produtos agrícolas representaram 45,8% das exportações totais brasileiras, direcionadas para mais de 150 países.

Na atual safra agrícola, a produção brasileira de trigo está estimada em 5 milhões de toneladas, com cultivo ocupando 1,9 milhão de hectares. Os estados com maior produção são o Paraná, com 2,3 milhões de toneladas, e o Rio Grande do Sul, com 1,8 milhão de toneladas.

O mercado de consumo do país é de 11,5 milhões de toneladas, o que torna necessário importar cerca de 7 milhões de toneladas, sendo 4 milhões provenientes da Argentina. É importante, de acordo com o ministro, que haja complementaridade nas relações comerciais e, sobretudo, “não haver descontinuidade no fornecimento para o consumidor final. É a garantia da segurança alimentar que todos nós trabalhamos para manter”.

O congresso, realizado anualmente pela Associação Brasileira da Indústria do Trigo, presidida por Rubens Barbosa, é hoje um dos eventos mais importante do agronegócio brasileiro. Reúne representantes da indústria de alimentos e do governo, produtores e moageiros para discutirem temas que desafiam o setor.

Embrapa
Em visita à sede da Embrapa Monitoramento por Satélite, em Campinas, o ministro viu de perto todo o trabalho feito no local, com mapas e informações sobre áreas preservadas, plantadas, reservas indígenas e terras usadas na reforma agrária. De acordo com o chefe da unidade, Evaristo Miranda, com base nesses dados, o governo, incluídos a Casa Civil e Ministério do Planejamento, executa políticas de desenvolvimento, de infraestrutura.

A Embrapa Territorial, que também fica em Campinas, está desenvolvendo um sistema que permite acompanhar dados de preservação. O Sistema de Inteligência Territorial da Macrologística Agropecuária da Embrapa monitora dez cadeias produtivas, com informações sobre produção anual, destinação, movimentação interna, externa, subprodutos, fluxo de cargas , picos de exportações e informações de cada região produtora. Incluem a cadeia de grãos, açúcar e álcool e pecuária, entre outras.

Maggi conferiu, ainda, dados atualizados do CAR (Cadastro Ambiental Rural) que é abastecido mensalmente e projetos em andamento na empresa baseados em dados coletados por satélite.

Agrolink

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home3/radiojornal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4755