Connect with us



Mundo

Ex-premiê Shinzo Abe morre após ser baleado no Japão

Publicado

em

Safismi

O ex-primeiro-ministro japonês Shinzo Abe, de 67 anos, morreu no final da tarde desta sexta-feira (8), após ser baleado pela manhã durante discurso na cidade de Nara, no oeste do Japão. Um suspeito foi preso e uma espingarda, apreendida.

Abe foi atacado por volta de 11h30 (horário local), perto da estação Yamato-Saidaiji, e caiu. Imagens do momento registradas mostram o ex-premiê no chão, com as mãos no peito e com a camisa ensanguentada.

Segundo a agência estatal japonesa “NHK”, aos menos dois tiros foram disparados, e Abe foi atingido duas vezes: no peito e no pescoço.

Um helicóptero levou o ex-premiê, inconsciente, ao Hospital Universitário de Nara.

A mulher de Abe, Akie, chegou ao hospital no final desta tarde (fim da madrugada desta sexta, 8, no Brasil), pouco antes do anúncio da morte do marido. Ela não falou com a imprensa local.

O primeiro-ministro Fumio Kishida, que pertence ao mesmo partido político de Abe e o sucedeu no cargo, antecipou que o ex-premiê estava internado em estado grave.

“Ataque imperdoável! Estou orando do fundo do meu coração para que Abe sobreviva a essa provação”, afirmou Kishida.
O secretário-chefe do gabinete, Hirokazu Matsuno, disse que Abe foi vítima de “um ato bárbaro absolutamente imperdoável”, disse.

O oficial do corpo de bombeiros local, Makoto Morimoto, disse que Abe sofreu uma parada cardiorrespiratória, mesma informação divulgada pela “Kyodo News”. A NHK falou em “insuficiência cardíaca”, que significa que o coração não consegue bombear sangue o suficiente e fornecer o oxigênio necessário para o resto do corpo.

Fonte: G1

eleicoes
Uniguaçu