Connect with us



Notícias

Ex-governador Beto Richa deixa a prisão após decisão de Gilmar Mendes

Publicado

em

Safismi

 

O ex-governador do Paraná e candidato ao Senado pelo PSDB, Beto Richa, deixou a prisão no último sábado (15). Ele estava preso desde terça-feira (11) no Regimento da Polícia Montada, no bairro Tarumã, em Curitiba.

Ele foi solto após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, na noite de sexta-feira (14). A mulher de Beto e ex-secretária estadual, Fernanda Richa, e outros 13 investigados da Operação Rádio Patrulha também tiveram a liberdade concedida.

Os investigados foram detidos pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) suspeitos de envolvimento em um esquema de superfaturamento de contratos para manutenção de estradas rurais em troca de propina.

Na saída, Richa se pronunciou, mas não respondeu perguntas dos repórteres. “O que fizeram comigo é uma crueldade enorme, não merecia o que aconteceu. Estou de cabeça erguida. Continuo respondendo a todas as acusações”, afirmou.

O ex-governador disse que o povo do Paraná conhece a história política dele e da família. Richa se disse cansado, mas que vai retomar a campanha ao Senado. Ao concluir a fala, Richa afirmou que entrou no Regimento da Polícia Montada “como um homem honrado” e sai de lá da mesma forma.

Fonte: Portal da Cidade de Foz

Uniguaçu
eleicoes