Estelionatários que aplicaram golpe em Missal são presos novamente

O delegado do GDE (Grupo de Diligências Especiais) da Polícia Civil, Dr. Thiago Teixeira, concedeu entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (25) para falar sobre o caso no qual dois estelionatários foram presos.

A prisão ocorreu na última sexta-feira (22), em Cascavel.

Publicidade

O crime praticado por eles, no entanto, havia ocorrido em novembro do ano passado em Santa Helena (SC).

A dupla chegou até a casa de um casal de idosos e abordaram a moradora, de 73 anos, que cuidava do marido, acamado por conta de um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Aproveitando-se da fragilidade do casal, os criminosos pediram dinheiro em troca de uma suposta cura para o problema do idoso. Inicialmente, os bandidos pediram R$ 2 mil, depois foram aumentando e chegaram a pedir R$ 26 mil para a idosa.

A vítima acabou repassando R$ 20 mil aos criminosos.

A dupla exigia que as vítimas mantivessem sigilo sobre o caso. Porém, cerca de 10 dias depois do crime, familiares dos idosos encontraram comprovantes de saques e movimentações bancárias e então questionaram a idosa.

A partir daí, o caso foi repassado para a Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, que iniciou diligências.

As investigações apontaram para a fuga dos criminosos para o Estado do Paraná e a Polícia Civil paranaense foi, então, comunicada.

A equipe de Cascavel, da Polícia Civil, encontrou a dupla na última sexta-feira (22) em um acampamento de ciganos, no município.

Os criminosos foram encaminhados, então, para a 15ª SDP (Subdivisão Policial) onde ficam à disposição do Poder Judiciário.

 

Guia Medianeira / CGN