Delegado fala sobre caso de pai que abusou dos filhos e foi encontrado morto dentro da cela

O delegado da Polícia Civil de Guaraniaçu, Bruno Falci do Amaral falou nesta tarde (26), sobre o caso do preso que foi encontrado morto na carceragem.

Em coletiva ele afirmou que liberaram os presos às 9h para o pátio, mas o detento acusado de estuprar os seis filhos em Diamante do Sul ficou no local. Um outro detento voltou para a cela e o encontrou dentro do banheiro enforcado com uma camisa vermelha. Os outros presos relataram a equipe que o homem estava comendo pouco e não conversava com ninguém.

Publicidade

O caso continua sendo investigado para descobrir se foi suicídio ou homicídio.

Os familiares foram ouvidos hoje e foi pedido para que eles tenham acompanhamento psicológico. A mulher contou que era ameaçada e por isso não procurou a polícia.

Caso
O homem de 45 anos preso na última quinta-feira (21), suspeito de abusar sexualmente dos seis filhos, em Diamante do Sul. Durante aproximadamente uma semana foram colhidos inúmeros depoimentos que apontaram a suposta prática de crime sexual.

A mulher do suspeito, afirmou que não sabia dos abusos. Um dos filhos de 20 anos, cometeu suicídio no dia 29 janeiro.

 

Tarobá News