Connect with us



Destaques

Crianças paraguaias retornam ao país de origem

Publicado

em

A grande pergunta é: o que aconteceu com aquele garotinho de um ano e sete meses que foi resgatado pelo Conselho Tutelar de Cascavel, depois de uma denúncia de que a criança poderia estar sendo vítima do tráfico internacional de pessoas?

A notícia é de que o menino, a suposta mãe de 17 anos e outra menina acolhida em Cascavel, passaram o Natal em território paraguaio e agora o futuro deles está nas mãos do país vizinho.

Por enquanto os três seguem abrigados no Paraguai, na visão do conselheiro tutelar, uma decisão acertada da justiça. Durante o tempo que estiveram sob acolhimento em Cascavel, observou-se que há sinais que realmente os três são da mesma família.

A história do garotinho paraguaio ganhou holofotes em Cascavel e comoveu até mesmo o conselheiro tutelar, foi o próprio Everaldo o responsável pelo acolhimento do menino.

Já Maria Conceição Queiroz, Maria Paraguaia, que é acusada do crime de tráfico internacional de pessoas segue presa na carcerária feminina de Corbélia, onde aguarda a data de uma nova audiência. O caso aparentemente adormecido ainda é um mistério que ainda precisa ser esclarecido pela Polícia.

Fonte: Catve