Connect with us



Notícias

Chuva afeta 7 mil e provoca 94 pontos de alagamentos em Curitiba e região

Publicado

em

As fortes chuvas que atingiram Curitiba e Região Metropolitana na tarde de quarta-feira (14), afetaram 7.632 pessoas em sete municípios, de acordo com o boletim divulgado pela Defesa Civil, na manhã desta quinta-feira (15).

No total, 128 foram desalojadas e 68 permanecem nessa situação. 1528 casas foram danificadas e três ficaram destruídas. O município mais afetado foi o de Pinhais, com cinco mil afetados e 1.250 casas danificadas, por alagamentos.

Em Cascavel, no oeste, 480 pessoas foram afetadas pelas tempestades.

Os ventos que chegaram a 92 km/h destelharam imóveis nos bairros Guarujá, Santa Cruz, Parque dos Ipês e Bela Vista. Foram registrados ainda três casos de alagamento e 24 cortes de árvores.

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) informou que durante o temporal 11 imóveis ficaram sem energia elétrica. Os desligamentos, destacou, foram provocados por descargas elétricas e por queda de galhos na rede de transmissão.

Pela manhã, dois mil imóveis continuavam sem luz.

 

Chuvas

De acordo com o Simepar, até às 19 horas de ontem choveu 66,8mm, indicando um alto índice para o mês de março em um curto espaço de tempo. Também na capital tivemos uma grande incidência de raios, aproximadamente 328 no período da chuva.

As condições atmosféricas continuam favoráveis aos temporais, principalmente para o período de maior aquecimento, em todo o estado. A região sul do estado deve ser a mais afetada. As temperaturas variam entre 28ºC em União da Vitória e 34ºC em Paranavaí.

A chuva desta quinta deve ser acompanhada de ventos entre 40 Km/h e 50 Km/h, de acordo com o Simepar. Isto deve acontecer por conta de uma frente fria que se aproxima do sul do Brasil. Em 15 dias já choveu em Curitiba mais do que o esperado para o mês inteiro.

Segundo o Instituto, até agora foram registrados 189 milímetros de chuva. A média prevista para março é de 139 milímetros.