Connect with us

Brasil

Chapecoense encara a Roma em jogo que ficará registrado nos livros de história

Publicado

em

É na terra de um dos maiores impérios da Antiguidade que a Chapecoense busca forças tanto para seguir as homenagens às vítimas do acidente aéreo do ano passado quanto energia para a recuperação no Campeonato Brasileiro. O amistoso contra a Roma, nesta sexta-feira, às 15h45min (horário de Brasília), será mais um dos capítulos que ficará marcado na história do clube.

O roteiro pela Itália teve um momento de espiritualidade, com a visita ao Papa Francisco, na quarta-feira. Na tarde desta sexta, no entanto, o esporte volta ao cardápio verde: a Chape mais uma vez representa o Brasil contra um dos times mais tradicionais do mundo, a Roma, onde jogaram craques como Falcão e atualmente atua o goleiro Alisson, que não disputa o amistoso por estar com a Seleção Brasileira.

Francesco Totti, campeão mundial pela Itália em 2006 e ídolo do clube italiano, foi o garoto propaganda da partida.

Jogo de diferentes significados

Os jogadores da Chapecoense terão a oportunidade de pisar no gramado do estádio que sediou a final da Copa de 1990, quando a Alemanha venceu a Argentina por 1 a 0. E mais uma vez vão poder homenagear as vítimas do acidente. Apesar de não ter levado o time principal, em virtude das dificuldades no Campeonato Brasileiro, o clube catarinense quer fazer bonito.

– É um jogo extremamente importante, até para expor ainda mais a marca da Chapecoense para o mundo. A gente veio para cá para dar o nosso melhor e levar muito aprendizado para o Brasil – disse o zagueiro Fabrício Bruno, um dos três titulares da equipe que estão na Itália, ao lado de Douglas Grolli e Lucas Mineiro.

O lateral Alan Ruschel, que teve a oportunidade de receber a bênção do Papa, junto com Jakson Follmann, outro sobrevivente da tragédia, disse que além de realizar sonhos, os amistosos são uma oportunidade de aprimoramento.

— É sempre bom para o futebol competir em alto nível, contra grandes times – enfatizou Ruschel.

O goleiro Artur poderá reviver os tempos em que atuou no clube italiano, entre 2008 e 2010.

– Voltar à Itália, ao Estádio Olímpico, e sentir o calor da Curva Sul, do público de Roma, sem dúvida é um momento especial, mas o mais importante é a causa da partida, que é ajudar na reconstrução do clube – afirmou.

A renda da partida deve ser destinada para as famílias das vítimas, assim como no amistoso contra o Barcelona. No último mês, a Chapecoense já fez 54 mil quilômetros em viagens, incluindo a ida ao Japão, para a disputa da Copa Suruga.

Ficha técnica

Roma: Lobont; Juan Jesus, Florenzi, Ciavattini e Ciofi; Nianggolan, Gonalons e Gerson; Perotti, Defrel e Schick. Técnico: Eusebio Di Francesco.

Chapecoense: Artur Moraes, Diego Renan, Grolli, Fabrício Bruno e Roberto; Lucas Mineiro, Lucas Marques, Júlio César, Dodô e Alan Ruschel; Perotti. Técnico: Vinícius Eutrópio.

Data e horário: 15h45min desta sexta-feira

Local: Estádio Olímpico, em Roma-ITA

Transmissão: SporTV

DC

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home3/radiojornal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4755