Connect with us

Destaques

Caso abandono: outras crianças podem ter sido traficadas para adoção ilegal

Publicado

em

Em entrevista coletiva, o delegado da Polícia Federal deu mais detalhes sobre o caso do menino que foi vítima de tráfico de crianças em Cascavel, na manhã de hoje (25).

Conforme Mário Leal, que é responsável pelas investigações, até agora oito pessoas foram ouvidas no inquérito. O auto de flagrante será encaminhado ainda nesta quarta-feira (25) para justiça.

Maria Queiroz, conhecida como Maria Paraguaia, foi presa em flagrante e deve ser transferida ainda hoje para cadeia feminina de Corbélia. Ela nega o crime.

De acordo com o delegado, a polícia recebeu denúncias de que outras crianças podem ter sido trazidas do Paraguai por Maria, no entanto, ainda são especulações.

Após a grande repercussão do caso, uma suposta mãe do menino foi encontrada em San Pedro no Paraguai. De acordo com publicações de sites do país vizinho, o pequeno se chama Bruno Prieto.

De acordo com publicações feitas em redes sociais, o menino e a mãe vieram ao Brasil para um passeio. Segundo o delegado, ainda não há confirmação da história. A polícia brasileira entrará em contato com o Paraguai para tentar localizar a mãe do pequeno.

Com relação a menina de nove anos encontrada na casa, no bairro Cascavel Velho, a polícia confirmou que nesse caso houve o tráfico de crianças.

A polícia optou por pedir a prisão preventiva de Maria, mas a decisão será dada pelo juiz durante audiência de custódia que deve ocorrer ainda hoje. A suspeita não tem antecedentes criminais.

As crianças foram levadas para um abrigo até que tudo se resolva.

Catve

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home3/radiojornal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4755