Botafogo encara pedreira diante do Cuiabá na Copa do Brasil

Um compromisso muito complicado. Essa é a realidade que o Botafogo deverá vivenciar nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), quando medirá forças com o Cuiabá no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), pela segunda fase da Copa do Brasil. O adversário, que lidera o Campeonato Mato-Grossense, conseguiu no ano passado o acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro e é uma das principais forças do futebol do Centro-Oeste no momento.

Atual campeão estadual, o Cuiabá ganhou seis dos últimos oito títulos no Mato Grosso e está invicto na atual temporada. O bom rendimento do adversário liga o sinal de alerta no Botafogo, ainda mais em uma fase que é disputada em jogo único e sem vantagem para nenhuma das partes. Em caso de igualdade, o classificado será conhecido nas cobranças de pênaltis.

Publicidade

“O Cuiabá tem uma equipe muito bem estruturada, que vem em uma crescente no cenário do futebol brasileiro e que chega com o pensamento de conseguir a classificação. A nossa responsabilidade é muito grande, assim como a necessidade de estarmos em um bom dia”, disse o técnico Zé Ricardo.

Os jogadores alvinegros entendem que o poder de concentração pode fazer toda a diferença.

“É um jogo eliminatório, onde qualquer erro pode custar todo o trabalho. Justamente por conta disso temos que manter a concentração em alta e trabalharmos a bola com inteligência. Vamos ter que tomar a iniciativa, mas pressionando sem ficarmos expostos”, disse o zagueiro Marcelo Benevenuto.

Para este jogo Zé Ricardo vai promover o retorno do lateral-esquerdo Jonathan, do volante Alex Santana e dos atacantes Rodrigo Pimpão e Kieza, preservados contra o Vasco. Eles voltam ao time, que terá a base que derrotou o Defensa Y Justicia por 3 a 0 na semana passada, resultado que rendeu a vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana.

Pelo lado do Cuiabá, o técnico Itamar Schülle cobra personalidade de sua equipe.

“Vamos trabalhar como estamos fazendo. O Cuiabá confia no trabalho que tem sido feito e no empenho dos jogadores. O pensamento é de fazer um grande jogo, mesmo sabendo das dificuldades de enfrentar o Botafogo no Rio de Janeiro”, disse o treinador.

Sobre a escalação, os zagueiros Danrlei e Edson Borges, o lateral Weriton, o meia Alê e o atacante Junior Todinho, que foram preservados na vitória de 2 a 1 sobre o Dom Bosco por 1 a 0, no fim de semana, pelo Estadual, reaparecem.

Na fase anterior da Copa do Brasil o Cuiabá eliminou o Ypiuranga-AP com um triunfo por 1 a 0 no Amapá. O Botafogo encontrou uma pouco mais de facilidade para bater o Campinense por 2 a 0 na Paraíba. Quem se classificar do embate entre os botafoguenses e os cuiabanos vai medir forças na terceira fase com o vitorioso do duelo entre Juventude e América-MG, que se enfrentam nesta quinta-feira no Rio Grande do Sul.

 

Gazeta Esportiva