Connect with us



Agricultura

Argentina: planejamento para 2019 dá margem para que governo faça novos ajustes nos direitos de exportação

Publicado

em

Safismi

O projeto para o ano de 2019 apresentado pelo Ministro da Fazenda da Argentina, Nicolás Dujovne, dá possibilidade para que o Governo do país realize novos aumentos nos direitos de exportação, as chamadas “retenciones”.

Segundo o artigo 83 do projeto, “será possível fixar direitos de exportação cuja alíquota não poderá superar 33% do preço oficial FOB”. O artigo ainda acrescenta que o Poder Executivo poderá exercer essa questão até 31 de dezembro de 2020.

“Observamos essa medida como algo perigoso para o setor e outro aumento não iria nos surpreender, já que diante das necessidades fiscais o Governo não tem tido problemas em voltar atrás em suas afirmações”, disse Carlos Iannizzotto, presidente da Cominagro. “Seria um erro seguir aumentando os direitos de exportação”, agregou.

Na quinta-feira passada, ao participar da Jonagro, um evento organizado pelas Confederações Rurais Argentinas, o presidente Maurício Macri assegurou ao campo que o aumento dos direitos de exportação era “o último esforço”.

 

Notícias Agrícolas

eleicoes
Uniguaçu