Connect with us

Chega Mais

Alimentação Saudável – METABOLISMO LENTO E GANHO DE PESO – O QUE INFLUENCIA E COMO ACELERAR

Publicado

em

Todo mundo conhece uma pessoa que come de tudo em grandes quantidades e não engorda, não é mesmo? Enquanto outras fazem dieta, e mesmo assim não conseguem emagrecer com tanta facilidade. Obviamente que vários fatores estão relacionados a perda ou ganho de peso, e uma delas é o famoso metabolismo lento.

De forma resumida, podemos definir metabolismo como o conjunto de reações químicas que acontecem no nosso organismo e que nós mantém vivos.

Sendo assim, pessoas que tem essa ação acelerada acabam tendo mais facilidade de gastar energia e consequentemente perdem mais gordura. Ao contrário de quem não tem um funcionamento tão acelerado, o famoso metabolismo lento.
Então, hoje iremos desmistificar o que é metabolismo lento, o que pode influenciar nisso e dicas de como reverter o problema. Além é claro de entender a relação entre metabolismo e ganho de peso.

Causas do metabolismo lento

Vários fatores podem influenciar na lentidão do metabolismo, como condições de vida da pessoa, e principalmente a alimentação. Portanto, o metabolismo sofre influência genética, da idade, peso, sexo, alterações hormonais como a tireoide, por exemplo, sedentarismo e etc.

Dicas de como reverter o metabolismo lento
Então, o metabolismo lento tem sim, grande influência no ganho de peso, mas não é único motivo para isso. Mas, se você suspeita que possa estar com o metabolismo lento o primeiro passo é consultar um médico endocrinologista. Ele irá fazer um teste de taxa metabólica e a partir disso poderá diagnosticar se há a presença de metabolismo lento e então oferecer o melhor tratamento para acelerá-lo. Contudo, no caso de não ter nenhuma condição grave de saúde, algumas mudanças de hábitos já são capazes de melhorar o seu metabolismo e reverter o quadro, favorecendo a perda de pesa e aumentando a disposição:

Ingerir alimentos termogênicos
Os alimentos chamados termogênicos são aqueles que ajudam a acelerar o metabolismo. Entre os principais, estão pimentas (quanto mais ardidas, mais aceleram o metabolismo), canela, gengibre, cafeína (café e chá), chá verde e alho. Todos esses alimentos ajudam a aumentar a temperatura corporal, consequentemente acelerando o metabolismo e favorecendo a queima de gordura.

Aumentar o consumo de proteínas
Os alimentos ricos em proteínas também são indispensáveis na dieta de quem quer ter o metabolismo acelerado. Esse tipo de alimento faz com que organismo gaste mais calorias para processar seus nutrientes durante a digestão e além disso estimulam o ganho de massa muscular. Então, quanto mais músculos, mais acelerado será o metabolismo. Sendo assim, procure comer mais carnes, frango, ovos, peixes e queijos nas principais refeições do dia.

Consumir fibras
Outro que não pode faltar na sua dieta, são as fibras. Isso porque os alimentos fibrosos demandam um esforço maior para serem digeridos, aumentando a perda calórica e também ajudam a retardar a liberação de glicose no organismo, prolongando a sensação de saciedade no organismo. Então, ao invés de pão branco, opte pelo integral, e invista em uma alimentação cheia de fibras.

Evite pular o café da manhã
O café da manhã é uma das principais refeições do dia, isso porque o corpo precisa de energia depois de longas horas de jejum noturno. Desse modo, essa refeição tem grande influência sobre a velocidade do metabolismo ao longo do dia.

Beber chá verde

O chá verde é um termogênico, rico em catequinas e cafeína, e que ajuda a acelerar o metabolismo. E mais do que isso, os polifenóis presentes no chá verde também reduzem o acúmulo de gordura e favorecem a sua queima, o que pode ajudar com o processo de emagrecimento. Sendo assim, o ideal é consumir de 3 a 5 xícaras de chá verde diariamente para ter efeitos sobre o metabolismo.

Fazer exercícios físicos regularmente
Não apenas para emagrecer, mas a prática regular de atividades físicas ajuda a tonificar e aumentar a massa muscular, contribuindo para acelerar o metabolismo. O ideal é incluir a prática de atividades físicas na sua rotina, como musculação ou treinos de força de 2 a 3 vezes por semana. Você pode optar por fazer caminhada, corrida, natação, andar de bike se não conseguir fazer treinos de alta intensidade.

Aliviar o estresse
O estresse e a ansiedade são responsáveis pela produção de cortisol, um hormônio que aumenta a produção de gordura no organismo e deixa o metabolismo mais lento.

Dormir bem
O sono é fundamental para o bom funcionamento do organismo e também tem grande influência sobre o metabolismo. Sendo assim, dormir de 8 a 9 horas por noite, um sono de qualidade é fundamental para regular a produção hormonal, melhorar a disposição e estimular o ganho de massa muscular.

Fonte: Cristyele Oliveira | Imagem: Cuidados e Vaidades

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home3/radiojornal/public_html/wp-includes/functions.php on line 4755