Connect with us



Esporte

Abertura do hexagonal final tem jogão e Chile vitorioso no sub-17

Publicado

em

Safismi

Um grande jogo entre Paraguai e Uruguai, um empate sem gols entre Peru e Argentina e uma vitória pela margem mínima do Chile sobre o Equador abrirão o hexagonal final do Sul-Americano sub-17, na noite desta terça-feira, em Lima, no Peru. A noite, aliás, foi fechada com os donos da casa e os argentinos, já na madrugada brasileira desta quarta, sem grande inspiração. A Seleção, aliás, foi eliminada na primeira fase e não participa da etapa decisiva.

O primeiro tempo do 0 a 0 ficou marcado mais por uma confusão generalizada entre os jovens atletas, que resultou em apenas um amarelo para cada lado, do que por futebol jogado. Na etapa final, os argentinos, que eliminaram o Brasil com um gol nos acréscimos, no sábado, perderam Velasco nos minutos finais, quando pressionavam.

Nos outros jogos do dia, muitos gols para Paraguai e Uruguai, poucos para Chile e Equador. Abrindo o dia de disputas, os chilenos mostraram persistência para derrotar os equatorianos apenas no segundo tempo. O gol da vitória saiu aos 35 minutos da etapa final, com Alexander Aravena, e a missão ficou mais fácil com a expulsão de Moran, minutos depois.

Na sequência, paraguaios e uruguaios tiveram os 20 minutos mais eletrizantes da competição até agora. Aos sete, Fernando Presentado colocou o Paraguai à frente, mas a vantagem durou apenas quatro minutos, quando Gutiérrez empatou.

Menos ainda durou a igualdade, quando Colman fez 2 a 1 para a equipe guarani. Os jovens paraguaios, porém, não conseguiram sustentar a vantagem por muito mais tempo: aos 21 minutos, Enzo Siri fez o 2 a 2. Houve ainda outras chances, mas o placar não foi alterado a partir dali.

Na próxima rodada, os agora líderes chilenos enfrentam o Peru, às 23h10 (de Brasília) da sexta-feira. Antes, Paraguai e Equador se enfrentam às 18h30 (de Brasília) e Argentina e Uruguai ficam frente à frente às 20h50 (de Brasília). Todos os jogos são no estádio da Universidade San Marcos, em Lima, capital peruana. Os quatro primeiros colocados confirmam vaga para o Mundial da categoria, que será realizado no Brasil, em outubro.

Gazeta Esportiva

Uniguaçu
eleicoes