Connect with us



Chega Mais

Momento Saúde – 10 DOENÇAS NOS OLHOS MAIS COMUNS QUE VOCÊ DEVE CONHECER

Publicado

em

Safismi

Essas patologias normalmente surgem por alguma condição hereditária familiar ou com o processo de envelhecimento.

Mas vale ressaltar que grande parte delas podem ser prevenidas e tratadas quando diagnosticadas cedo e de maneira correta.
Doenças Oculares mais comuns

1 – Miopia
A miopia é uma das doenças dos olhos mais comuns. É caracterizada pela dificuldade de enxergar à distância, que é também o sintoma mais evidente.
Além deste sintoma, o míope também pode sentir fortes dores de cabeça e necessidade de apertar as pálpebras para ver claramente.

2 – Astigmatismo
O astigmatismo é causado por uma diferença de curvatura nos meridianos, tanto do cristalino quanto da córnea, resultando em uma visão embaçada e desfocada. Astigmatismo
Geralmente, aparece associado a outros erros refrativos, como a hipermetropia e a miopia.

3 – Catarata
A catarata consiste na opacidade parcial ou total do cristalino, que é a lente natural do globo ocular, sendo a principal causa de cegueira no mundo.
A causa principal do problema está associada ao envelhecimento. É uma doença que afeta cerca de 10% das pessoas com menos de 65 anos e até 60% das pessoas com mais de 85 anos. Pode ocorrer também por causas hereditárias, metabólicas e congênitas.

4 – Hipermetropia
A hipermetropia é um tipo de ametropia que tem origem no globo ocular.
O oposto da miopia, a refração ocular da hipermetropia aumenta a dificuldade de enxergar de perto. As causas são de origem congênitas e o tratamento, assim como o astigmatismo e a miopia, pode ser feito com o uso de óculos, lentes de contato e para tratar definitivamente, é possível realizar cirurgia.

5 – Hordéolo (terçol)
Hordéolo Terçol
Popularmente conhecido por terçol, este é um problema rodeado de mitos e verdades, já que antigamente as pessoas associavam a doença com o fato de negar comida a mulheres grávidas.A doença não possui nenhuma relação com esse fato. Ela acontece por uma infecção das glândulas palpebrais.
Para tratar é importante buscar auxílio de um profissional para que ele informe o melhor colírio e a melhor maneira de higienizar a área.

6 – Conjuntivite
Esta é uma doença caracterizada pela inflamação da membrana que recobre o globo ocular.
Pode ser causada por agentes tóxicos, bactérias, vírus e até mesmo alergias.

7 – Ceratocone
O ceratocone uma doença não inflamatória que afeta a espessura e o formato da córnea.
O principal sintoma desta doença é a visão distorcida e borrada. O ceratocone é uma doença que atinge a córnea e provoca o seu curvamento para a frente. O diagnóstico dessa patologia é feito com base nas características clínicas do paciente e com exames complementares, como a tomografia da córnea.

8 – Presbiopia
Também conhecida por vista cansada, é uma condição que surge geralmente após os 40 anos. A principal característica é a baixa visão de perto, que ocorre em função da perda da acomodação do cristalino. É um problema que pode ser corrigido com o auxílio de lentes de contato, óculos e através da cirurgia refrativa.

9 – Retinopatia diabética
É uma doença que afeta os vasos sanguíneos da retina e ocorre, como o próprio nome diz, em função da diabetes. Acontece devido ao excesso prolongado de açúcar no sangue, que deteriora os vasos sanguíneos da retina. Se o paciente possui diabetes, deve ter cuidado redobrado com a saúde dos olhos, uma vez que esta doença pode causar a perda permanente da visão.

10 – Glaucoma
Esta é uma doença que atinge o nervo óptico e envolve também a perda das células da retina, que são as responsáveis por enviar impulsos nervosos ao cérebro. Um dos principais sintomas é a perda da visão periférica que pode ser sutil no início do problema e mais acentuada quando não tratada corretamente. O glaucoma é uma doença que ocorre quando a pressão intraocular provoca lesões no nervo óptico, o que causa danos consideráveis à visão do portador. Vale ressaltar que se o glaucoma não for tratado, pode causar cegueira irreversível por perda progressiva do campo visual.

Fonte: Mario Jampaulo | Imagem: Viva Oftalmologia

Uniguaçu
eleicoes