Vettel segura pressão de Bottas e frustra Mercedes de forma heroica

Sebastian Vettel faturou o Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1 neste domingo de maneira emocionante. Postulante ao pentacampeonato mundial, assim como Lewis Hamilton, o piloto da Ferrari fez jus ao seu status de um dos principais pilotos do grid e segurou a grande pressão de Valtteri Bottas no final da corrida para garantir sua segunda vitória no ano e frustrar a Mercedes, que apostou em apenas uma parada para tentar surpreender os rivais, mas não conseguiu tomar a ponta.

Com o resultado, Vettel quebrou um longo jejum da Ferrari. Desde 2010, quando subiu no lugar mais alto do pódio na Itália e em Singapura, a escuderia italiana não vencia duas corridas consecutivas. Se tratando das duas primeiras provas do ano o tabu era ainda maior, já que a equipe não conseguia o feito desde 2004.

O grande fim de semana da Ferrari só não foi completo por conta de Kimi Raikkonen. O finlandês, que estava na terceira colocação e tinha grandes chances de subir no pódio, acabou atropelando um dos mecânicos da equipe após um problema na troca dos pneus. Pelo fato de o serviço não ter sido terminado, o piloto teve de parar, ainda no pit lane, e abandonar a prova.

Daí em diante a situação ficou mais fácil para a Mercedes. Sem Kimi Raikkonen para dificultar sua vida, Lewis Hamilton herdou a terceira colocação. Já o seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, já estava em segundo e precisou apenas manter a regularidade nas pistas para também assegurar um lugar no pódio, cruzando a linha de chegada em segundo. logo atrás de Vettel.

A grande surpresa ficou por conta de Pierre Gasly. O francês, estreante como titular da Toro Rosso nesta temporada, aproveitou a grande confusão na parte da frente do grid para assegurar a excelente quarta colocação e preciosos pontos à equipe satélite da Red Bull.

A Red Bull, por sua vez, teve um fim de semana para se esquecer no Bahrein. Logo no início da corrida, Daniel Ricciardo teve de abandonar a prova por conta de problemas elétricos. Pouco depois, foi a vez de Verstappen também deixar as disputas após danificar seu pneu traseiro por conta de um contato com Lewis Hamilton ao tentar ultrapassá-lo. O holandês ainda tentou consertar seu carro nos boxes, mas após voltar do pit lane acabou encostando.

Já Fernando Alonso, que não ficou satisfeito com o desempenho da McLaren no treino classificatório, largando em 13º, mais uma vez mostrou todo o seu talento no volante e fez o que pôde, terminando em sétimo e novamente fazendo uma corrida repleta de ultrapassagens e duelos com os pilotos da parte de trás do grid.

Os pilotos voltam a entrar em ação já no próximo fim de semana, no Grande Prêmio da China, no Circuito Internacional de Xangai.

Confira a classificação completa do GP do Bahrein de Fórmula 1:

1: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)

2: Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)

3: Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)

4: Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso)

5: Kevin Magnussen (DIN/Haas)

6: Nico Hulkenberg (ALE/Renault)

7: Fernando Alonso (ESP/McLaren)

8: Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren)

9: Marcus Ericsson (SUE/Sauber)

10: Esteban Ocon (FRA/Force India)

11: Carlos Sainz (ESP/Renault)

12: Sergio Perez (MEX/Force India)

13: Brendon hartley (NZL/Toro Rosso)

14: Charles Leclerc (MON/Sauber)

15: Romain Grosjean (FRA/Haas)

16: Lance Stroll (CAN/Williams)

17: Sergey Sirotkin (RUS/Williams)

Não completaram

Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)

Max Verstappen (HOL/Red Bull)

Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)

COMPARTILHAR