Tite pode, enfim, comandar treino com seus 23 jogadores à disposição

Nesta terça-feira, dia do primeiro treino da Seleção Brasileira em solo russo, o técnico Tite pode, enfim, contar com seus 23 convocados. Após 22 dias de preparação para a Copa do Mundo, o comandante do Brasil ainda não teve todo o elenco à sua disposição por conta das lesões de Fagner, Douglas Costa, Renato Augusto e, mais recentemente, Fred.

Ex-jogador do Shakhtar Donetsk, Fred, que assinou um contrato válido por cinco temporadas com o Manchester United na semana passada, sofreu uma pancada de Casemiro durante o treinamento da última quinta-feira e ainda não voltou às atividades. Ele, inclusive, não foi relacionado para o amistoso contra a Áustria, no último domingo, em Viena.

Neste mesmo dia em que Fred sofreu um pequeno trauma, Renato Augusto até voltou a treinar com bola ao lado de seus companheiros, porém, o volante apareceu em campo na segunda parte da atividade, fechada à imprensa, em que o volante recém-contratado pelo Manchester United já não estava mais presente.

Durante a primeira fase de preparação da Seleção Brasileira, na Granja Comary, em Teresópolis, Fagner e Douglas Costa não participaram das atividades com bola junto aos demais companheiros por conta de lesões musculares. O lateral-direito do Corinthians se apresentou com uma contusão de grau 2 no músculo posterior da coxa direita. Já o atacante da Juventus teve um prejuízo semelhante, mas na coxa esquerda.

A dupla, no entanto, correspondeu muito bem aos tratamentos e voltaram a atuar sem limitações em Londres, no CT do Tottenham. Enquanto Douglas Costa e Fagner reforçavam o forte elenco verde e amarelo, foi a vez de Renato Augusto virar preocupação para o departamento médico e comissão técnica ao reclamar de algumas dores no joelho esquerdo.

O volante, tido como um dos homens de confiança do treinador da Seleção Brasileira, teve de abrir mão da viagem a Liverpool, local do amistoso contra a Croácia, para trabalhar exclusivamente com o fisioterapeuta Bruno Mazziotti, velho conhecido nos tempos de Corinthians. O sacrifício surtiu efeito e após seis dias recluso o camisa 8 voltou a aparecer em campo.

Agora, com a possibilidade de Fred voltar aos treinos nesta terça-feira, a expectativa de Tite em ter todos os seus atletas à disposição faltando apenas dois dias para o início da Copa do Mundo é inevitável. Basta saber se haverá novos percalços e se eles irão manter a rotina intensa de trabalho do departamento médico ou forçarão o treinador do Brasil a abrir mão de mais um atleta convocado por conta de problemas físicos após o corte de Daniel Alves.

Copa começa quinta-feira com Rússia e Arábia Saudita

se enfrentando no jogo de abertura ao meio dia horário de Brasília.

O Brasil estreia domingo às 15 horas contra a Suiça.

Gazeta Esportiva

COMPARTILHAR