Soja segue com estabilidade na Bolsa de Chicago nesta 4ª feira, mas busca campo positivo

Após baixas consecutivas e dias mornos na Bolsa de Chicago, as cotações da soja voltaram a testar o campo positivo na tarde desta quarta-feira (31). Perto de 13h30 (horário de Brasília), as cotações subiam entre 3,75 e 4,75 pontos, mas mais cedo os ganhos passavam de 7 pontos entre os principais contratos.

O mercado não conta com novidades que possam mudar a direção das cotações até este momento, mas a movimentação técnica dos fundos faz com que as cotações testem os dois lados da tabela.

Publicidade

E segundo analistas internacionais, os traders esperam por uma nova rodada de boletins do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) para movimentar as cotações.

Enquanto isso, o mercado mantém seu foco em seus fundamentos e segue pressionado pelo bom avanço da colheita americana, do plantio brasileiro e da fraca demanda pela soja dos Estados Unidos.

Os olhos do mercado se voltam também para o andamento do dólar no Brasil, principalmente depois da confirmação de Jair Bolsonaro como o novo presidente do Brasil. Nesta quarta, a moeda americana sobe mais de 1% com maior influência do cenário externo.

“Passada a formação da taxa Ptax, o mercado volta a olhar novamente os ativos, sobretudo lá fora, em dia de noticiário doméstico calmo”, comentou o operador de câmbio da corretora Spinelli José Carlos Amado á Reuters.

 

Notícias Agrícolas

COMPARTILHAR