Paraná teve um caso de violência contra a mulher a cada 16 minutos

Mesmo com uma lei instituída para coibir a violência no âmbito familiar e doméstico contra as mulheres, a Lei Maria da Penha, que completou 12 anos ontem(07/08), o Paraná registrou, por dia, 90 casos por dia de violência contra a mulher, segundo dados do Conselho Nacional de Justiça, de 2017. No Brasil, a taxa de feminicídio, que é o assassinato motivado pelo simples fato de as vítimas serem mulheres, é a quinta maior do mundo, segundo a ONU.

Ainda de acordo com o CNJ, o Paraná possui, atualmente, 54.740 procedimentos em andamento relacionados à Lei 11.340/2006, sendo que, dentro desses números, 327 são casos de feminicídio.

Publicidade

Além disso, o número de inquéritos policiais envolvendo o feminicídio, vem aumentando desde 2015, de acordo com dados divulgados pelo Ministério Público do Paraná. No primeiro levantamento, foram 127 processos instaurados e 118 denunciados pelo MPPR. Em 2016, foram 171 instaurados e 147 denunciados.

No ano passado, foram 175 inquéritos policiais concluídos pela Polícia Civil que foram encaminhados ao MPPR e 149 foram denunciados.

Já nos primeiros seis meses de 2018, foram 82 inquéritos e 60 casos denunciados.

Os dados foram apurados pelo Núcleo de Promoção da Igualdade de Gênero (Nugipe), do Ministério Público do Paraná.

Massa News

COMPARTILHAR