Grêmio se apega a paixão, taças e relação para manter calma com assédio a Renato

Hoje, dois clubes do Brasil tratam Renato Portaluppi como prioridade: Grêmio e Flamengo. E ambos, claro, mantém convicções de que podem tê-lo. Mas quem efetivamente tem vínculo com o treinador e conta com ídolo é o Tricolor. E há, internamente, uma confiança de que o trabalho seguirá em Porto Alegre após domingo, final do Gauchão, contra o Brasil de Pelotas, no Bento Freitas.

Esta foi a data dada pelo treinador para responder sobre o interesse do Flamengo, que o tem como plano A e prepara uma investida para após o jogo. Mas a diretoria gremista mantém o discurso de crença na permanência. Segundo apurou o GloboEsporte.com, Renato já comunicou o presidente gremista que não irá para o Flamengo. O contrato do técnico vai até dezembro de 2018, e a multa é apenas um mês de salário.

Publicidade

ge

 

 

COMPARTILHAR