De olho em decisão, São Paulo usará time reserva contra a Ponte

Antes de fazer o jogo de volta contra o Talleres-ARG, o São Paulo tem um compromisso válido pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Neste sábado, às 19 horas (de Brasília), o Tricolor enfrenta a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli.

Para este confronto, a tendência é que o pressionado técnico André Jardine mande a campo um time completamente reserva. A ideia é poupar todos os titulares para o duelo decisivo com os argentinos, pela Pré-Libertadores, na próxima quarta-feira, no Morumbi.

Publicidade

Derrotado por 2 a 0 no jogo de ida, em Córdoba, o São Paulo tem situação bem mais tranquila no Estadual. Com nove pontos ganhos, o time lidera o Grupo D da competição, seguido por Ituano (7), Oeste (6) e Botafogo-SP (4).

O treinador, porém, tem problemas para montar a equipe reserva. Anderson Martins (tendinite no joelho direito), Liziero (entorse no tornozelo direito) e Brenner (lesão na coxa esquerda) não devem atuar. Já Luan e Igor Gomes, a serviço da Seleção Brasileira sub-20, são desfalques certos. Assim como Hudson, suspenso pelo acúmulo de três cartões amarelos.

No miolo de zaga, Lucas Kal e Rodrigo, ambos revelados pelas categorias de base do clube, devem jogar juntos. Bruno Alves, que foi titular na Argentina, pode ficar como opção no banco.

GAZETA ESPORTIVA