“Como ministro vou trabalhar com aquilo que eu conheço, que é a Justiça”, diz Moro em Curitiba

O juiz federal Sérgio Moro comentou, nesta segunda-feira (5), a decisão ter aceitado o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para comandar o Ministério da Justiça e Segurança Pública e, por consequência, abandonar a Operação Lava Jato. Durante palestra, que durou cerca de uma hora, em Curitiba, o magistrado afirmou que não se vê como “um político verdadeiro”.

Segundo Moro, como ministro ele trabalhará com aquilo que conhece, que é a Justiça. “Sou juiz há 22 anos, falo com muita franqueza que é com grande pesar que abandono a magistratura. Eu aqui faço uma respeitosa divergência. Não me vejo ingressando na política, ainda como político um verdadeiro. Para mim eu ingresso em um cargo que é predominantemente técnico e vou trabalhar com aquilo que eu conheço, que é a Justiça”, disse seguido por aplausos.

Publicidade

O magistrado reforçou que não pretende disputar nenhum cargo eletivo em sua carreira, seja no Executivo ou no Legislativo. “Mantenho válida a promessa que fiz anos atrás, que jamais entraria na política, jamais pretendo disputar um cargo eletivo. Mas pra mim o Ministério da Justiça e Segurança Pública é uma posição técnica para eu continuar fazendo meu trabalho”, afirmou.

Moro também ressaltou que não descarta as conversas políticas, no sentido que precisará manter o contato com parlamentares para aprovação de medidas e que não existe demérito na política. “Não existe nenhum demérito na política. A política é uma das mais nobres profissões. Agora, existem aqueles que existem mais vocação para essa atividade e outros não. Eu confesso que meu objetivo aqui não é conseguir cargos eletivos”, reafirmou.

Esse foi o primeiro evento público de Moro após ter dito “sim” ao convite de Bolsonaro. Uma coletiva de imprensa está marcada para tarde desta terça-feira (6), em Curitiba, quando o juiz federal dará detalhes sobre sua ida para o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

 

Paraná Portal

COMPARTILHAR