Brasil termina com sete medalhas no Pan-Americano de judô, em Santiago

Acabou neste domingo (11), o Aberto Pan-Americano de judô, que aconteceu em Santiago, no Chile. O Brasil encerrou sua participação com sete medalhas, sendo três de ouro. Rochele Nunes, Laislaine Rocha e Diego Santos foram campeões em suas categorias, além disso, o país levou uma de prata e três bronzes. No quadro geral, o Brasil ficou atrás apenas do Equador.

Na categoria até 66kg, Diego Santos faturou o primeiro ouro, no sábado (10). O brasileiro folgou na primeira rodada e estreou com um triunfo diante de Victor Chira Romero, do Peru. Na segunda luta, o brasileiro teve como adversário o chileno Juan Perez e conseguiu a classificação para a semifinal. Nela, Santos enfrentou o americano Alaa El Idrissi e garantiu a vaga na final. Na decisão, o judoca do Brasil superou o peruano Juan Postigos para conquistar o ouro.

Já no domingo, Rochele Nunes, que luta na categoria +78kg, precisou de apenas duas lutas para subir ao lugar mais alto do pódio. Isso porque sua categoria contava apenas com quatro competidoras. Na semifinal, a brasileira encarou a equatoriana Marlin Viveros e, com um ippon, venceu. Pelo ouro, Rochele enfrentou a americana Mackenzie Williams, bronze no Pan-Americano do ano passado. A brasileira fez ótima luta e com um wazari e um ippon levou a melhor.

Com cinco competidoras na categoria até 78kg, Laislaine Rocha também precisou de apenas duas disputas para ser campeã. Primeiro contra a argentina Lucia Cantero na semifinal e na grande final, contra a equatoriana Lucia Cantero. Ambas as lutas foram vencidas por ippon.

Completando as medalhas brasileiras estão Leandro Guilheiro e Guilherme Schmidt, ambos da categoria até 81kg, ficaram em terceiro lugar. Também conseguindo o bronze, Luana Costa, na categoria até 57kg, venceu a chilena Sasha Munhoz na repescagem. Gabriella Moraes (63 kg) levou uma prata ao perder a final para a equatoriana Estafania Garcia.

 

Gazeta Esportiva

COMPARTILHAR