Brasil e Paraguai assinam acordo para combater crimes de fronteira

Durante encontro entre os presidentes brasileiro e paraguaio, em Brasília, na última segunda-feira (21), foi assinado o Termo de Cooperação Internacional entres a Polícia Federal do Brasil e a Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (Senad)

Com o acordo, Michel Temer e Horácio Cartes demonstram, através do Ministério da Justiça dos dois países, a intensão em combater as organizações criminosas dedicadas ao contrabando, lavagem de dinheiro e o tráfico internacional de armas e drogas.

Desde a semana passada, o governo brasileiro enviou à fronteira do Brasil com o Paraguai, entre as cidades de Foz do Iguaçu e Cidade do Leste, tropas da Força Nacional de Segurança, que atuam na Ponte Internacional da Amizade, por onde passam armas e drogas com destino ao Rio de Janeiro e São Paulo, além de outros destinos.

O comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Villas Boas, se manifestou mostrando preocupação com a situação das fronteiras brasileiras. O país possui 23.102 quilômetros de fronteira, sendo que 17 mil são secas, entre 10 países, com 122 municípios fronteiriços. Com o Paraguai, são 1.367 quilômetros.

Com o Paraná, o Brasil possui fronteiras com a Argentina e o Paraguai, entre as cidades de Barracão, Bom Jesus do Sul, Capanema, Entre Rios do Oeste, Foz do Iguaçu, Guaíra, Itaipulândia, Marechal Rondon, Mercedes, Pato Bragado, Pérola d’Oeste, Planalto, Pranchita, Santa Helena, Santo Antônio do Sudoeste, São Miguel do Iguaçu e Serranópolis do Iguaçu.

Veja qual é a área de fronteira do Brasil com cada um dos países vizinhos:

Bolívia: 3.423 quilômetros;
Peru: 2.995 quilômetros;
Venezuela: 2.199 quilômetros;
Colômbia: 1.644 quilômetros;
Paraguai: 1.367 quilômetros;
Argentina: 1.261 quilômetros;
Guiana: 1.606 quilômetros;
Uruguai: 1.071 quilômetros;
Guiana Francesa: 730 quilômetros;
Suriname: 593 quilômetros.

Rádio Cultura

COMPARTILHAR